Indie com pinta de mainstream
divulgação

Q.U.B.E.

Guias / Games - GUS LANZETTA Publicado em 09/02/2012, às 11h12 - Atualizado às 11h13

Com meros us$ 90 mil provenientes de um fundo de investimento para desenvolvedores independentes, o estúdio Toxic Games criou Q.U.B.E., seu primeiro jogo e seu primeiro sucesso. Em poucos dias, custando apenas US$ 15 (versão para download), o game recuperou o capital investido e virou assunto nos sites especializados. Coroado por um visual todo estéril e minimalista, Q.U.B.E. lembra – e muito – os jogos da franquia Portal. Outra similaridade é que o título da Toxic também é um quebra-cabeça em primeira pessoa, mas, como já fica claro no título, em vez de portais, utilizam-se cubos. O objetivo é manipular as partes coloridas do ambiente e encontrar as saídas, quase como se o universo fosse um grande cubo mágico. Em contraste com Portal, Q.U.B.E. não tem roteiro ou qualquer forma de comunicação com o jogador, o que ressalta a impressionante maneira com que as mecânicas do jogo são explicadas sem o uso de palavras. Em uma época em que a indústria se esforça para criar épicos barulhentos, o silêncio funciona como um bem-vindo diferencial.

Plataforma: PC

Últimos Guias Games