Pulse
<b>MIL CORES </b> Rayman Origins relembra tanto um desenho animado quanto um game
divulgação

Rayman Origins

Guias / Games - HEITOR DE PAOLA Publicado em 09/02/2012, às 11h07 - Atualizado às 11h10

Rayman Origins não é o primeiro jogo de plataforma em que duas ou mais pessoas controlam seus personagens ao mesmo tempo, mas é com certeza o melhor da atualidade. Em games com esse tipo de proposta, é comum que a presença dos múltiplos jogadores deixe tudo caótico, tornando a experiência frustrante. Isso acontece por diversas razões – ser atrapalhado por alguém em seu caminho ou pelas discrepâncias entre os diferentes níveis de habilidade dos participantes. Rayman Origins, criado pela produtora francesa Ubisoft (o herói desmembrado Rayman é o mascote oficial da marca), não se livra completamente desse caos, porém age em torno dele, possibilitando que todos os participantes se divirtam, independentemente da familiaridade de cada um com o videogame. São pequenos detalhes que fazem a diferença, como a segmentação das fases, que impede a perda de progresso caso todos morram, além da cadência com que as novas habilidades são obtidas. Além disso, os gráficos – que fazem os jogadores se sentirem como se estivessem dentro de um desenho animado dos bons –, são lindos, de apelo universal, o que faz desta uma experiência que pode ser compartilhada até por quem ainda acha que jogos eletrônicos não são dignos do interesse coletivo.

Plataforma: PlayStation 3 / Xbox 360 / Wii Ubisoft

Últimos Guias Games