A Metamorfose de Lucius

Guias / Livros - Redação Publicado em 11/10/2007, às 17h20 - Atualizado em 12/10/2007, às 15h01

Suntuosa mistura entre erotismo e política

O gênio italiano dos quadrinhos, mestre das HQs eróticas, Milo Manara, aperfeiçoa seu estilo e ganha uma paleta de cores cabal. Adaptação do texto de Lúcio Apuleio, em que um jovem se envolve em costumes luxuriosos e acaba transformado em burro, a história é um retrato fantasioso, com personalidade marcante e repleto de perversões sexuais. A narrativa é sintética e bem amarrada. A trajetória de Lucius remonta a clássicos, como Sófocles e Fellini, pelos excessos e ironias em Satyricon. Assim como Édipo só pôde compreender seu percurso após cegar-se, Lucius só vê a podridão que se esconde atrás das imponentes pilastras romanas, após ser transformado em burro. Volúpia e corpos cheios de curva são insuperáveis no traço de Manara, e ganham tons pastel para demonstrar a riqueza e os diversos contrastes brilhantes para ressaltar as sátiras. Vale por tudo: conteúdo, acabamento gráfico e pelos desejos adversos, que só confessamos nas páginas de Manara.

Por Flávia Gasi

Literatura Nacional

Milo Manara

01

12

2006

Últimos Guias Livros