Divulgação

Animaq - Almanaque dos Desenhos Animados

Guias / Livros - Redação Publicado em 10/06/2010, às 09h58 - Atualizado às 09h59

Paulo Gustavo Pereira

Matrix

O bom, o ruim e o obscuro em mais de 70 anos de animação

Assistir a desenhos animados é ritual de passagem, é o tipo de coisa que faz parte da vida de qualquer pessoa normal. O pesquisador Paulo Gustavo Pereira realizou um bom trabalho aqui, listando de forma enciclopédica tudo de importante que foi feito no campo da animação (particularmente televisiva) dos anos 30 até hoje. O legal é que Pereira procura dar uma ênfase maior aos títulos que fizeram mais sucesso no Brasil, resgatando os muitas vezes bizarros títulos dos desenhos em português, além de valorizar o trabalho dos dubladores. O livro deixa claro que não adianta ficar falando “ah, antigamente os desenhos eram melhores”. A animação também acompanhou as mudanças ocorridas na sociedade e tecnologia, com o pior e melhor que os novos tempos poderiam oferecer. Mesmo assim, muitos trintões e quarentões vão sentir uma certa vergonha alheia ao refletir: “Por que passei horas da minha vida assistindo a Tutubarão, Super-Amigos, Ursuat, Dartacão e Meu Querido Pônei?” Para fãs e neófitos, diversão e informação de sobra.

Paulo Cavalcanti

Últimos Guias Livros