-
divulgação

A Brincadeira Favorita

Leonard Cohen

Guias / Livros - MAURÍCIO DUARTE Publicado em 09/03/2012, às 14h29 - Atualizado às 14h31

Primeira novela do músico canadense ganha edição nacional

Em 1959, o jovem leonard cohen se exilou em Londres e na ilha grega de Hydra para escrever o primeiro romance dele, publicado em 1963. Na prosa de Cohen, altamente metafórica e carregada de imagens, encontramos os primeiros sinais do que o faria se tornar um dos maiores poetas da história da música de língua inglesa. O protagonista do livro, Lawrence Breavman, pode ser visto como um alter ego do autor. Desde a infância na década de 50 em Montreal, no Canadá, até o retiro angustiado em Nova York, o que o rapaz busca são os valores que norteiam sua existência: sexualidade, poesia e a beleza feminina – temas também caros ao futuro compositor. Todos esses fatores serão encontrados primeiro em Lisa e depois definitivamente em Shell, garota norte-americana que tem pouca consciência de seu poder de atração. A Brincadeira Favorita pode ser encarado como um romance de formação, no sentido que serve como porta-voz de sua geração. Porém, se torna mais do que isso ao se aprofundar mais na relação humana dos personagens. O que importa são as transformações interiores das pessoas, muito mais do que o universo físico que as rodeia. Deste modo, esta obra deve ser entendida e apreciada como um complemento à poética musical de Cohen.

Fonte: Cosac-Naify

Últimos Guias Livros