Willy Russell

Caro Morrissey...

Willy Russell

Guias / Livros - Christian Petermann Publicado em 10/07/2013, às 14h34 - Atualizado às 14h36

Ex-líder dos Smiths vira confidente de um jovem solitário

Com o retorno de Morrissey para três shows no Brasil, torna-se ainda mais interessante a leitura do recém-lançado romance britânico de fino humor Caro Morrissey..., de Willy Russell. O escritor nasceu e vive em Liverpool e trilha uma carreira de sucesso, sendo o autor, entre outros, de dois best-sellers adaptados para o cinema, O Despertar de Rita e Shirley Valentine. Russell cria o fascinante personagem Raymond Marks, que, como ele próprio, é fã devoto de Morrissey desde os primórdios dos Smiths. O livro se constrói por cartas dirigidas ao ídolo, nas quais o jovem Raymond confidencia as poucas sortes e muitas pequenas misérias do cotidiano que vive de um inglês comum de cidade pequena. Um incidente na adolescência, envolvendo colegas de classe, transformou o rapaz no pervertido local. Isso dá início a uma jornada não muito feliz em uma escola especial e depois, em um trabalho braçal. Corre então o ano de 1991. Raymond escreve cartas a mão no diário ou à máquina. No meio disso, Morrissey lança Kill Uncle, o segundo álbum de estúdio. A história de Raymond constrói-se aos poucos, em idas e vindas no tempo e paralelos e referências a canções dos Smiths. Mesmo sendo uma coleção de situações constrangedoras, esta jornada de maturidade é escrita de forma bem-humorada, com leitura fluida e instigante. Se o leitor também for fã de Morrissey e era jovem nas décadas de 80/90, vai gostar ainda mais do livro.

Fonte: Editora Nossa Cultura

Últimos Guias Livros