Crash
J.G. Ballard

Crash

Guias / Livros - Redação Publicado em 09/11/2007, às 11h16

Realidade visível

J.G. Ballard e William Gibson são dois dos mais interessantes escritores vivos de ficção científica - exatamente porque são os dois aos quais o termo FC cada vez menos se aplica. Seus livros mais recentes debruçam-se sobre aspectos da realidade (progressivamente mais) visível: consumismo, terrorismo, popularização das tecnologias, desordem social. Crash (73), filmado por David Cronenberg, é um dos principais passos do autor nessa leitura aguda do nosso mundo... tal como ele vem vindo a ser. Juntando erotismo e pulsão de morte numa trama que explora o tesão por desastres de automóveis, Ballard cria um ambiente lugubremente sexy, recendendo a esperma e gasolina derramada. Só comparável talvez às distopias mais sinistras de William Burroughs - mas com um toque de realismo que o faz ainda mais ameaçador. Nova tradução (por José Geraldo Couto) do livro já lançado no Brasil há 20 anos.

Por Alex Antunes

J.G. Ballard

12

10

2007

Últimos Guias Livros