-
Divulgação

Dolores Duran

Rodrigo Faour

Guias / Livros - GUILHERME BRYAN Publicado em 14/11/2012, às 20h57 - Atualizado às 20h58

Biografia rica em detalhes recorda uma das grandes vozes de nossa música

Registrada apenas no nome da mãe, Adiléia Silva da Rocha veio ao mundo em 1930 para deixar sua marca. A menina que, por volta dos 6 anos, venceu um concurso de calouros e ganhou como prêmio uma garrafa de vinho se transformaria em Dolores Duran – uma mulher que, em 1,58 metro de altura, encantava a todos com sua voz poderosa, que se adaptava com grande facilidade aos mais diferentes estilos musicais (gravou de Antonio Maria a Chico Anysio, com o mesmo sucesso) e passeava por versos marcantes, como os de “Castigo”, “A Noite do Meu Bem” e “Por Causa de Você”. Dolores foi casada com o radioator Macedo Neto; adotou uma filha, Maria Helena, trazida por uma empregada; e até flertou com o comunismo. O livro traz também depoimentos de colegas, amigos e familiares e recupera artigos históricos de revistas e jornais. A obra ainda conta com aquela que foi a última entrevista dada por Dolores Duran em 22 de outubro de 1959 (morreria dois dias depois), e publicada pela revista Radiolândia. Há também um emocionante painel retratando a maneira como a morte dessa artista de apenas 29 anos e vida tão intensa foi recebida pela imprensa da época.

Fonte: Record

Últimos Guias Livros