-
Divulgação

Ficando Longe do Fato de Já Estar Meio que Longe de Tudo

David Foster Wallace

Guias / Livros - André Rodrigues Publicado em 14/11/2012, às 21h00 - Atualizado às 21h02

Coletânea reúne trabalhos de não ficção do cultuado autor

O escritor e professor David Foster Wallace marcou época ao lançar o romance Infinite Jest (1996). Caudaloso, o livro assentou a literatura anglófona em novas bases. Wallace, falecido em 2008, também foi um profícuo autor de não ficção, fazendo com galhardia o tal jornalismo literário. Selecionados e prefaciados pelo escritor brasileiro Daniel Galera, os ensaios reunidos em Ficando Longe... tratam de uma feira agrícola, um cruzeiro pelo Caribe, um festival de lagostas, Kafka e o tenista Roger Federer. Pode parecer estranho recomendar vivamente a leitura de mais de 100 páginas sobre a experiência jornalística de alguém pelo mar do Caribe. Porém, aí é que está a prosa de Wallace. Diante de sua narrativa, é como se tivéssemos acesso ao mundo pela primeira vez. Ao descrever cavalos, vacas e privadas, parece que as coisas ganham uma versão definitiva. A cada frase, resta ao leitor bater na testa e murmurar: “Como nunca pensei nisso?” A prosa de Wallace é sempre reveladora, estonteante, como uma boneca russa infinita, se abrindo para novos conceitos, ideias e formulações filosóficas. Com um domínio sobrenatural da estrutura, espantosas notas de rodapé e um grau insano de eloquência e graça, Ficando Longe... é uma soberba porta de entrada para a obra de um autêntico gênio.

Fonte: Companhia das Letras

Últimos Guias Livros