Grafite e primeiro amor são hits de romance australiano.

Graffiti Moon

Cath Crowley

Guias / Livros - Renata D´elia Publicado em 15/07/2014, às 17h55 - Atualizado em 16/07/2014, às 15h03

No premiado romance juvenil de Cath Crowley, os adolescentes Ed (Sombra), Leo (Poeta), Lucy e Jazz formam uma espécie de quadrado amoroso que descobre a intensidade dos sentimentos, o valor da amizade e os limites de seus atos pelos becos e muros das periferias pobres de Melbourne. Centrado em 24 horas, o livro trata de temas universais, como a formação de personalidade e a transição para a idade adulta diante de famílias disfuncionais, problemas financeiros e a expressão artística pela via marginal e contestadora do grafite. Conduzindo os personagens com sensibilidade pelo óbvio caminho da romantização, a autora escapa do lugar-comum pela prosa poética cuidadosa, permeada por diálogos cabeçudos que retratam o papel da arte para cada um. Os encontros se dão pelo humor esperto e pela troca de referências, que vão de Leonard Cohen a Henry Rollins, de Rothko a Vermeer. Contradições entre sonho, tristeza, esperança e desilusão completam o farto menu do livro para a identificação juvenil imediata.

Fonte: Editora Valentina

Últimos Guias Livros