Kurt Cobain: A Construção do Mito

Charles R. Cross

Guias / Livros - Pablo Miyazawa Publicado em 09/04/2014, às 07h44 - Atualizado às 07h48

Biógrafo investiga 20 anos de influência do ídolo na cultura pop

Kurt Cobain é mais influente morto do que foi vivo; é o único ícone real da música a surgir nas últimas duas décadas; e dificilmente haverá outro como ele. Estas são as conclusões do novo estudo de Charles R. Cross sobre o líder caído do Nirvana. Meio que sem querer (querendo), Cobain levou três anos para construir uma poderosa aura de magnetismo em torno de si. Após o suicídio, em 1994, tal aura se expandiu para a estratosfera e continua a render consequências notáveis. Além de representar um substancial legado musical, Cobain se consolidou como ícone de moda e comportamento, enquanto sua tragédia deu impulso a debates pertinentes sobre celebrização, suicídio e vício em heroína. Cross, na condição de especialista na vida e obra de Cobain – ele escreveu a principal biografia, Mais Pesado que o Céu –, enfim se permite o papel de narrador, algo que humildemente relutou em fazer no livro anterior. Com conhecimento de causa e teorias embasadas, o autor nos premia com uma reportagem profunda e descomplicada, que debate objetivamente questões que ainda ressoam sobre o maior mito de nosso tempo.

Fonte: Agir

Últimos Guias Livros