-

Meu Irmão Jimi Hendrix

Leon Hendrix e Adam Titchell

Guias / Livros - Paulo Cavalcanti Publicado em 11/01/2013, às 16h51 - Atualizado às 16h54

Irmão deserdado do gênio da guitarra abre o coração para falar do falecido mano

É incrível como um livro como este levou tanto tempo para aparecer. Leon, irmão mais novo de Jimi Hendrix, finalmente teve chance de contar seu lado da história e também revelar muita coisa inédita sobre os primórdios da vida do deus da guitarra. O problema é que a meia-irmã Janie Hendrix, que foi adotada quando criança pelo pai de Jimi e Leon, controla a marca e a imagem de Jimi Hendrix de maneira implacável e sempre dificultou para que Leon publicasse o livro. Leon, por muito tempo, também foi viciado em drogas e teve problemas sérios com a lei, nunca tendo cabeça para compilar as histórias que apresenta aqui. Depois de várias batalhas judiciais, o autor, que trocou o vício pela música, conseguiu que o livro fosse lançado. Mesmo com tantos problemas, Leon Hendrix não escreve para se queixar que não recebe um centavo do milionário espólio do irmão. Ele prefere contar como era seu relacionamento com Buster (como Jimi era chamado por ele), quando o guitarrista nem sonhava em se tornar um superstar e só queria tocar blues. Eram tempos difíceis para os dois, que tinham que lidar com a pobreza e um pai bêbado que nem sempre os apreciava. Honesto e informal, o livro preenche vários buracos existentes em outras biografias de Hendrix.

Fonte: Prumo

Últimos Guias Livros