Morro da Urca: Estação Música

Morro da Urca: Estação Música

Antônio Carlos Miguel e Monique Sochaczewski

Guias / Livros - Antônio do Amaral Rocha Publicado em 13/05/2013, às 11h42 - Atualizado às 11h44

A história de um ponto turístico carioca que virou marco cultural

Em 1912, o bondinho, famoso teleférico carioca, era inaugurado. O percurso ia da Praia Vermelha até o Morro da Urca. Depois, chegou até o Pão de Açúcar. Este livro, em sua primeira parte, mostra como o engenheiro civil Augusto Ferreira Ramos idealizou a ligação do bondinho, através de cabos, que hoje marcam o panorama da cidade do Rio de Janeiro. A narrativa fica interessante quando mostra a ocupação cultural que aconteceu no Morro da Urca a partir de 1977, no momento em que a Concha Verde começou a receber shows de importantes nomes. A série Quem Sabe Sobe, idealizada por David Tygel, e depois encampada por Nelson Motta, deu visibilidade ao espaço. Em 1978, Motta reabriu no morro o Frenetic Dancing Days, espaço que marcou a febre das discotecas. Entrando pela década de 80, o agitador cultural ainda usou o espaço com o Noites Cariocas, que foi ocupado pelo nascente rock carioca e brasileiro e nomes da MPB. Toda essa história é narrada em texto bilíngue, apoiado por fotos e ilustrações.

Fonte: Editora Lacre

Últimos Guias Livros