Divulgação

No Direction Home - A Vida e a Música de Bob Dylan

Guias / Livros - Redação Publicado em 10/08/2011, às 10h40 - Atualizado às 10h41

Robert Shelton

Larousse

Obra definitiva sobre cantor e compositor ganha edição nacional

Nenhum jornalista teve tanto acesso à vida de Bob Dylan quanto Robert Shelton. Ele não foi apenas o primeiro crítico a chamar a atenção do público para um cantor desgrenhado da cena folk do Village nova-iorquino em um artigo do The New York Times, no início dos anos 60. Também foi o único profissional com o direito a acompanhar Dylan durante anos, de forma tanto profissional quanto pessoal, para escrever sua biografia. O resultado disso – trabalho que começou no final dos anos 60, mas só terminou e foi publicado em 1986 – é a megabiografia No Direction Home, que sai agora no Brasil, depois de um longo atraso, com uma edição atualizada e caprichada, com direito a discografia, cronologia, capa dura e uma longa seção de fotografias. No texto, Shelton faz mais do que contar em detalhes a vida de Dylan. Ele também analisa alguns dos principais álbuns do cantor, contextualiza uma infinidade de informações e ainda dá seu testemunho sobre alguns dos mais importantes eventos na vida do músico e dos anos 60 e 70: a efervescência da cena folk, a desilusão e as reações do público quando o folk ficou elétrico, a opinião dos outros músicos sobre Dylan e muito mais. Mas, mais do que isso, Shelton tem em seu livro um trunfo: as palavras do próprio biografado no momento em que as coisas aconteceram. Mesmo que em alguns trechos existam uma quebra de ritmo por causa da inclusão de longas aspas ou ainda por causa das análises de canções e álbuns, No Direction Home é fundamental para entender o enigma chamado Bob Dylan.

ALEXANDRE DUARTE

Últimos Guias Livros