Divulgação

O Dia em Que James Brown Salvou a Pátria

Guias / Livros - Redação Publicado em 08/09/2010, às 10h42 - Atualizado às 10h43

James Sullivan

Zahar

O relato de como o soulman ajudou a evitar uma possível tragédia

Apesar deste livro dar uma geral em toda a carreira de James Brown, o foco é um momento muito especial da trajetória do chefão da soul music. O ano de 1968 foi possivelmente o mais conturbado da história d os Estados Unidos, especialmente depois da morte do Reverendo Martin Luther King, acontecida no dia 4 de abril daquele ano. O país vivia seus piores conflitos raciais, sacudido por saques e vandalismo. James Brown tinha um show marcado em Boston no dia seguinte à morte de King mas em vez de cancelar, como seria lógico num momento daquele, ele foi em frente. O espetáculo foi televisado e ajudou a tirar as pessoas das ruas, aliviando o clima de violência e caos generalizado. Sullivan conta de forma eficiente como foram o s bastidores deste show histórico de Brown, repleto de tensão e maquinações políticas. Brown também tinha seu lado panfletário racial e ele aparece bem vivo aqui.

Paulo Cavalcanti

Últimos Guias Livros