Divulgação

Opúsculo - A Paródia

Guias / Livros - Redação Publicado em 07/04/2010, às 07h57 - Atualizado às 14h31

The Harvard Lampoon

Novo Século

Sátira do best-seller Crespúsculo pode interessar ao fãs da badalada saga

A esculhambação começa pela imagem da capa: o caroço de uma maçã. Assinada pela The Harvard Lampoon (revista satírica norte-americana), Opúsculo – A Paródia traz a versão anárquica de Crepúsculo, de Stephenie Meyer. Belle Goose é uma garota egocêntrica e desajeitada que se muda para a pequena Switchblade. Ela logo se apaixona pelo nerd Edwart Mullen, um bobalhão pálido. Sedenta para dar uns amassos em um jovem Drácula, Belle enxerga sinais vampirescos em Edwart e passa a infernizar a existência do coitado. A narrativa segue a história original e o estilo de Meyer. A grande sacada foi transformar a romântica Bella de Crepúsculo em uma espécie de “Joselito Sem Noção”. Na sátira, ela não consegue dar um passo sem causar danos e constranger os amigos. O maior desafio reside na tradução para o português. Assim, parágrafo por parágrafo, a graça se perde um pouco, como se alguma coisa tivesse ficado no meio do caminho. Os fãs da série vão se divertir muito mais do que o mortal que nunca se aventurou pela saga. Afinal, por vias tortas e algumas vezes hilárias, a paródia vira um tributo ao original.

André Rodrigues

Últimos Guias Livros