Rafael Moralez e Rodrigo

Peixe Peludo 2 – O Herói da Raça

Rafael Moralez e Rodrigo Bueno

Guias / Livros - RAMIRO ZWETSCH Publicado em 09/04/2014, às 07h52 - Atualizado às 07h58

Estranho personagem percorre São Paulo em narrativa claustrofóbica

O ilustrador Rodrigo Bueno e o roteirista Rafael Moralez deixam claro para o leitor logo na primeira página de Peixe Peludo 2 – O Herói da Raça que a HQ não tem compromisso com o realismo. O personagem que dá nome à história tem a aparência de um ser meio humano, meio peixe, e acorda às voltas com as marteladas de uma cruel ressaca, além da constatação de que perdeu o trompete na noite de excessos anterior. Segue-se, então, uma procura incessante pelo instrumento, que é a sua salvação (ou atenuante) para a pindaíba eminente. Nesse percurso, seu pensamento despeja um raciocínio paranoico e desenfreado sobre as mais improváveis banalidades. As ilustrações identificam endereços do cenário de São Paulo. Usando várias referências, a dupla surpreende com uma narrativa claustrofóbica e um surrealismo sem economia nas imagens repugnantes.

Fonte: Zouk

Últimos Guias Livros