Livro ilustrado remonta a trajetória contemporânea das HQs.
Divulgação

Quadrinhos: História Moderna de uma Arte Global

Martins Fontes

Guias / Livros - Pablo Miyazawa Publicado em 17/10/2014, às 15h06 - Atualizado às 15h31

Maus, Watchmen, Palestina - Uma Nação Ocupada, O Cavaleiro das Trevas: são muitas as provas cabais de que os quadrinhos fazem por merecer o rótulo de “nona arte”. Essas e outras obras- -primas narrativas são dissecadas minuciosamente em Quadrinhos: História Moderna de uma Arte Global (Editora WMF/Martins Fontes), de Dan Mazur e Alexander Danner. São mais de 300 páginas nesse misto de enciclopédia, guia de referência e grande reportagem. O volume abrange o período de 1968 até os tempos atuais, acompanhando a revolução causada por ícones do underground, como Robert Crumb, dissecando a cena mainstream dos super-heróis norteamericanos e celebrando a insana variedade do material criado no Japão (um capítulo inteiro é dedicado ao deus do mangá Osamu Tezuka). Também não faltam investigações acerca da prolífica cena europeia, de Moebius a Guido Crepax, e da perturbada produção alternativa recente, de Joe Sacco a Daniel Clowes. A linguagem é técnica, porém acessível, e ganha fôlego acompanhada de centenas de ilustrações de apoio, índice remissivo e bibliografia complementar. Indispensável para todo leitor dedicado de HQs – até mesmo para aqueles

tantos que pensam já saber de tudo.

Fonte: Editora WMF

Últimos Guias Livros