Brasília serviu de inspiração para Renato
FOTO RICARDO JUNQUEIRA/DIVULGAÇÃO

Renato Russo - O Filho da Revolução

Guias / Livros - Redação Publicado em 11/06/2009, às 13h48 - Atualizado às 16h20

Carlos Marcelo

Editora Agir

Viva Renato!

Vida e obra do líder da Legião Urbana se interligam a período tumultuado do Brasil

Depois de mais de oito anos de trabalho de pesquisa, o jornalista Carlos Marcelo compõe uma das mais completas biografias do cantor Renato Russo, um panorama sobre a gênese de Brasília e a retomada de mais de 40 anos de música brasileira – e internacional. O ponto de partida é controverso show de 1988 no estádio Mané Garrincha, para logo em seguida voltar-se à década de 60; ao desenvolvimento de Renato e do Legião; e seguir o ídolo até seus últimos dias. A vida do cantor surge aqui análoga à de Brasília. As duas existências, que viriam se cruzar na adolescência, são retratadas com escrita atenta e agradável. Na capital recém-inaugurada, Aldous Huxley passeia com Gilberto Freyre, comentando sobre a apoteose de Niemeyer enquanto o funcionário público Ney de Souza Pereira dá os primeiros passos para tornar-se Ney Matogrosso. Já Renato Manfredini Júnior vai aos poucos descobrindo o mundo por meio do cinema, da música e da escrita. Enquanto Chico Buarque engendra Julinho da Adelaide para burlar os censores, Renato descobre os encantos e tenta entender por que se sente tão próximo de Bob Dylan. O livro deve interessar tanto aos curiosos quanto aos iniciados, com sua qualidade de registro histórico, sua riqueza de informações e seus alegres detalhes – quem imaginaria Renato Russo aos 14 anos, ouvindo Emerson, Lake & Palmer?

THIAGO LINS

Últimos Guias Livros