Saudades da Bossa
Ruy Castro

SAUDADES DA BOSSA

Guias / Livros - Redação Publicado em 11/10/2007, às 17h45 - Atualizado em 12/10/2007, às 15h54

Em seu novo livro, Ruy Castro diz que a bossa nova foi mais do que um movimento cultural.

Por Amilton PinheiroO escritor ruy castro é um reconhecido pesquisador da bossa nova e vários dos seus livros são versados sobre o tema. Desde Chega De Saudade (1990), passando por Ela É Carioca (1999) e A Onda Que Se Ergueu No Mar (2001), ele trata do assunto, sem esgotá-lo. É o que comprova seu último livro, Rio Bossa Nova - um roteiro lítero-musical, que vai além de um roteiro sobre lugares relacionados ao gênero musical que tornou a música brasileira conhecida e respeitada lá fora. O livro é pontuado de memórias afetivas que o escritor tem com a bossa nova e os seus pares, apesar do rigor da pesquisa que ele empreende em qualquer livro de sua obra.Para chegar aos verbetes do livro, o escritor pesquisou junto a cantores, músicos e seus agentes, além de ter acompanhado por meses os cadernos de programas nos jornais com o intuito de traçar o mais completo guia sobre a bossa nova. Enquanto pesquisava, alguns lugares foram fechados e outros abriram suas portas. Mas, isso não compromete o livro, recheado de informações saborosas sobre as pessoas e os locais que viram surgir o movimento cultural de maior influência no contexto da música popular brasileira.O que despertou o interesse de escrever mais um livro sobre o assunto? Foi a reclamação de um turista que disse que não se escutava mais bossa nova no Rio? ão só o tal turista inglês, que, me disseram, chegou ao Rio outro dia e ficou reclamando que "não tinha onde ouvir bossa nova", como de muitos brasileiros que também não procuram se informar e ficam reclamando a mesma coisa.

Por Amilton Pinheiro

Artes

Ruy Castro

01

02

2007

Últimos Guias Livros