Viúva de Ian Curtis exorciza em detalhes a relação com o ex-marido.

Tocando a Distância – Ian Curtis & Joy Division

Deborah Curtis

Guias / Livros - Christian Petermann Publicado em 14/08/2014, às 16h06 - Atualizado em 11/09/2014, às 16h40

Ás vésperas de completar 20 anos da publicação original na Inglaterra, em 1995, chega ao Brasil este livro sobre o iconográfico Ian Curtis, cantor do Joy Division que se suicidou em 1980. A obra trata da conturbada relação de Curtis com tudo e com todos, a partir do ponto de vista da viúva, Deborah. Foram esses os escritos que inspiraram o filme Control (2007), de Anton Corbijn. Deborah é extremamente detalhista e emotiva ao descrever o constante fio da navalha que significou o desequilíbrio entre a genialidade artística e a incapacidade social do poeta e compositor. Para fãs e admiradores, a leitura se torna por vezes quase uma tortura, pois desnuda um ídolo nitidamente complexo, mas cuja inquietação realmente foi além. Tudo aqui é dolorido e perversamente fascinante. A edição brasileira conta com um prefácio de Kid Vinil e é concluída com discografia, letras e listas de shows. Também traz rascunhos de textos e letras inéditas, que evidenciam o talento inegável de Curtis.

Fonte: Edições Ideal

Últimos Guias Livros