20 anos sem Aaliyah: A trágica morte da Princesa do R&B [FLASHBACK]

Responsável por redefinir o R&B, Aaliyah morreu em 25 de agosto de 2001 em um trágico acidente de avião

Camilla Millan Publicado em 25/08/2021, às 12h41

None
Aaliyah (Foto: Wikimedia Commons)

Responsável por hits como “Are You That Somebody?”, “Try Again” e “One In A Million”, Aaliyah é considerada por muitos a artista responsável por redefinir o R&B contemporâneo. O diálogo entre as batidas e agilidade do hip-hop, a sonoridade pop, a harmonia do rhythm and blues e os vocais hipnotizantes fez a artista ganhar o título de Princesa do R&B.

Com apenas 22 anos, Aaliyah foi responsável por três discos de sucesso: Age Ain't Nothing But a Number (1994), o icônico One in a Million (1996) e o revolucionário Aaliyah (2001), aclamado pela crítica como um dos mais influentes discos de R&B contemporâneo na história da música.

+++LEIA MAIS: 6 músicas para conhecer H.E.R., artista referência no R&B contemporâneo

Contudo, em 25 de agosto de 2021, no ápice do seu sucesso, Aaliyah não resistiu a um acidente de avião que interrompeu a curta (mas astronômica) carreira da artista. Vinte anos se passaram, e a cantora continua a ser reconhecida pelo seu trabalho inegavelmente relevante para a indústria musical.

Não à toa, importantes artistas da atualidade veem em Aaliyah uma grande inspiração: The Weeknd, Beyoncé, Zendaya, Normani, Omariom, Hayley Williams, Rihanna,Zendaya e Z Cole são alguns nomes entre vários que consideram a artista uma influência.

+++LEIA MAIS: The Weeknd: O que esperar de The Dawn, nova era de Abel Tesfaye?

A Rolling Stone Brasil relembra a trágica morte de Aaliyah em 25 de agosto de 2001, assim, como evidencia o talento e potência da artista, que com pouco mais de 20 anos de idade conseguiu se tornar um ícone do R&B.

Acidente de avião

Em 22 de agosto de 2001, Aaliyah viajou até as Ilhas Abaco, em Bahamas, para gravar o clipe de "Rock The Boat". Após três dias de gravação, no dia 25, a cantora e os integrantes da equipe de filmagens resolveu voltar para a Flórida.

+++LEIA MAIS: Cardi B lamenta aposentadoria de Teyana Taylor, cantora de R&B

A equipe embarcou em um Cessna 402, aeronave leve de dois cilindros em linha, no aeroporto de Marsh Harbour nas Ilhas Ábaco, com destino ao aeroporto de Opa-Locka, Flórida. Contudo, o avião caiu 20 segundos após a decolagem, cerca de 60 metros após o fim da pista.

De acordo com o site Aventuras na História, a equipe não tinha informações sobre a capacidade de carga da aeronave, e carregou o avião com parte do equipamento de filmagem, que acabou ultrapassando o limite de peso para manter o equilíbrio da aeronave e levou ao acidente.

+++LEIA MAIS: Como o R&B contemporâneo cresceu no Brasil e vive seu melhor momento?

Com a queda, Aaliyah e os outros oito a bordo morreram: o piloto Luis Morales III, estilistas Eric Forman e Anthony Dodd, segurança Scott Gallin, amigo da família Keith Wallace, maquiador Christopher Maldonado, e funcionários da Blackground Records Douglas Kratz e Gina Smith.

Posteriormente, foi anunciado pela MTV News que o piloto não era aprovado para voar na aeronave. Testes toxicológicos também indicaram traços de cocaína e álcool no organismo do profissional.

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: 4 curiosidades de Chilombo, disco de Jhené Aiko indicado a Álbum do Ano


Legado inestimável para a cultura

Apesar de ser uma cantora de sucesso aos 22 anos, acredita-se que Aaliyah alcançaria ainda mais popularidade se não fosse pelo trágico acidente de avião. A artista combinava o jeito caseiro com as músicas icônicas e as performances igualmente impressionantes — tornando-se uma cantora completa.

Além disso, Aaliyah trabalhou nos cinemas, estrelando o filme Romeu tem que Morrer ao lado de Jet Li. Para a produção, a cantora também contribuiu para a trilha sonora do filme, que gerou o single "Try Again". A estrela também participou do longa de terror A Rainha dos Condenados, lançado postumamente.

+++LEIA MAIS: R. Kelly é acusado de suborno para casar com Aaliyah quando ela tinha 15 anos

Cantora, compositora e atriz, Aaliyah continuou a receber reconhecimento pela sua arte após a morte. Ao todo, conseguiu três American Music Awards e dois VMAs da MTV, assim como obteve cinco indicações ao Grammy Awards.

A Princesa do R&B permanece como uma grande influência para as novas gerações mesmo após 20 anos de sua morte. A Billboard listou Aaliyah como a 10ª artista feminina de R&B mais bem sucedida dos últimos 25 anos, e a 27ª mais bem sucedida na história.


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!