5 curiosidades sobre Mick Jagger, dos Rolling Stones: atentado, título de cavaleiro e mais [LISTA]

Mick Jagger, o vocalista icônico dos Rolling Stones, completou 78 anos nesta segunda, 26 de julho

Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 26/07/2021, às 18h49

None
Mick Jagger (Foto: Michael Hickey/Getty Images)

Mick Jagger se consagrou como um dos artistas mais influentes da história da música após uma carreira extensa e bem-sucedida com os Rolling Stones — em 1989, a banda foi introduzida ao Hall da Fama do Rock. É uma figura importante para a cultura como um todo e participou de épocas definidoras para a indústria fonográfica.

O músico completou 78 anos nesta segunda, 26 de julho. Para comemorar a vida e carreira do vocalista, listamos cinco curiosidades de Mick Jagger. Confira abaixo:

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Mick Jagger (@mickjagger)

 

+++LEIA MAIS: 50 anos de Sticky Fingers: a história por trás do icônico disco dos Rolling Stones


Pai de oito

Jagger é pai de oito filhos: a mais velha, Karis, nasceu em 1970, enquanto o mais novo, Deveraux, veio ao mundo em 2016. O vocalista foi casado duas vezes, com Bianca Perez Moreno de Macias, em 1971, e com a modelo Jerry Hall, em 1990. Também teve um romance com a apresentadora brasileira Luciana Gimenez, com quem teve um filho chamado Lucas Jagger.


Atentado

Em 1969, durante um show dos Rolling Stones no festival de Altamont, um jovem foi assassinado por um integrante do grupo de motociclistas Hell's Angels, o qual supostamente cuidava da segurança do evento. Após a tragédia, Jagger dispensou os serviços da gangue.

+++LEIA MAIS: Ron Wood, dos Rolling Stones, foi diagnosticado com novo câncer durante pandemia

Seis anos mais tarde, em 1975, os integrantes do grupo buscaram vingança contra Jagger, segundo um ex-agente do FBI. Tentariam matar o vocalista em sua casa de veraneio, nos Estados Unidos, por vias aquáticas. Os agressores, no entanto, foram atingidos por uma tempestade e o bote no qual viajavam quase afundou. 


Além da música

Além do grande destaque na indústria musical, Jagger também atuou em algumas produções cinematográficas. Em 1970, estrelou como o protagonista em Ned Kelly e, no mesmo ano, participou de In Performance. A recepção da crítica foi mista, e o músico não teve muito sucesso no cinema. Porém, voltou às telas ao longo dos anos, como em Freejack - Os Imortais (1992), contracenando com Anthony Hopkins.

+++LEIA MAIS: Mick Jagger não esperava que fãs fossem gostar tanto de hit dos Rolling Stones: 'É surpreendente'


Jagger também é Sir

É sabido pela maioria: Paul McCartney e Elton John foram convidados a receber o título de cavaleiro do Império Britânico pela rainha do Reino Unido, Elizabeth II.Jagger também foi condecorado em 2003 pelos "serviços prestados à música popular." O vocalista recebeu o título de "Sir" ou cavaleiro do príncipe Charles.


Grande compositor

Atualmente, Keith Richards e Mick Jagger são também apreciados pela habilidade de compor músicas icônicas, como "Paint It Black" e "(I Can't Get No) Satisfaction," mas nem sempre foi assim. No começo da carreira, os Rolling Stones tocavam covers de blues e R&B, majoritariamente.

+++LEIA MAIS: Por que Mick Jagger canta algumas músicas dos Rolling Stones com sarcasmo?

Então, Andrew Loog Oldham, empresário deles na época, convenceu Richards e Jagger a compor as próprias músicas, como faziam os Beatles, para alcançar maior sucesso. Para isso, trancou os dois integrantes da banda em um quarto e não os deixou sair até que tivessem escrito uma canção.


+++ RS TRENDING | CONHEÇA OLIVIA RODRIGO: VIDA, RECORDES, SOUR E MAIS!