Adele convence Spotify a tirar botão ‘aleatório’ dos discos: ‘Deve ser ouvido como pensamos’

Com o lançamento do disco 30, Adele pediu para o Spotify retirar o botão "aleatório" dos álbuns da plataforma de streaming

Julia Harumi Morita Publicado em 22/11/2021, às 15h53 - Atualizado às 15h55

None
Adele, para a revista Vogue (Foto: Reprodução/Twitter)

Adele convenceu o Spotify a retirar o botão "aleatório" dos discos disponíveis no serviço de streaming. A cantora britânica falou sobre o pedido após lançar o aguardado álbum 30 (2021) na plataforma. (Via BBC)

"Esse era o único pedido que fiz em nosso setor em constante mudança. Não criamos álbuns com tanto cuidado e reflexão em nossa tracklist sem motivo. Nossa arte conta uma história e nossas histórias devem ser ouvidas como pensamos. Obrigado Spotify por ouvir."

+++ LEIA MAIS: Adele ‘abandona’ entrevista após repórter admitir que não ouviu disco 30; entenda

Em seguida, o perfil oficial do Spotify respondeu: "Qualquer coisa por você." Mais tarde, um representante da plataforma declarou que o botão "aleatório" continuará ativo, porém as músicas serão reproduzidas na ordem escolhida pelo artista.

"[Este pedido] era requisitado por artistas e usários há muito tempo [...] Como sempre, continuaremos a reiterar nossos produtos e recursos para criar as melhores experiências para os artistas e os fãs deles," disse o comunicado.

+++LEIA MAIS: Adele: Por que cantora quase não lançou disco 30?

30, de Adele

Quarto disco de estúdio da cantora, intitulado 30, o projeto chegou ao público no dia 19 de novembro de 2021, após a divulgação de um único single, "Easy On Me." Diferente de 19 (2008), 21 (2011) e 25 (2015), que tratavam de amores não correspondidos e relacionamentos no geral, as canções deste trabalho falam sobre o recente divórcio da cantora e o filho dela, Angelo.