Adele responde perguntas sobre divórcio no próximo disco: 'Preciso escrever sobre mim agora'

Após seis anos afastada, Adele anunciou a volta ao cenário musical com o single 'Easy On Me'

Redação Publicado em 07/10/2021, às 17h59 - Atualizado em 08/10/2021, às 15h17

None
Adele, para a revista Vogue (Foto: Reprodução/Twitter)

Após seis anos afastada dos palcos e sem novos lançamentos, a rainha das melodias dramáticas está de volta. Adele anunciou o próximo single,"Easy On Me," para 15 de outubro de 2021 para inaugurar a era 30, suposto título do próximo disco — já que os trabalhos anteriores da cantora todos faziam referência à sua idade: 19 (2008), 21 (2011) e 25 (2015). Para ajudar na divulgação da música, foi capa da versão britânica da revista Vogue. 

De acordo com informações do Popline, a cantora discutiu diversas questões na entrevista, como a vida de mãe solteira, novas músicas, imagem corporal, divórcio. Este último tema chama atenção, pois Adele é conhecida como autora de canções como "Someone Like You" e "Send My Love (To Your New Lover)," por exemplo, canções que tratam de términos ou amores não correspondidos.

+++LEIA MAIS: 5 melhores músicas de Adele, segundo a Billboard: de ‘Hello’ a ‘Rolling in the Deep’ [LISTA]

Adele na capa da Vogue britânica (Foto: Reprodução/Twitter)
Adele na capa da Vogue britânica (Foto: Reprodução/Twitter)

Desta vez, porém, Adele não quer repetir a fórmula que lhe rendeu 18 indicações ao Grammy (e dentre elas, 15 vitórias). Quis escrever sobre sua própria vida e contar o seu lado da história. "Tenho que realmente escrever sobre mim agora. Então, no lugar de ficar tipo, ‘Seu maldito,' eu falo sobre mim."

Falando com a Vogue, a cantora também explicou como o próximo disco engloba diversas fases do processo de estar em paz consigo mesma. "Este álbum é de autodestruição. Depois autorreflexão e, em seguida, uma espécie de autorredenção. Mas me sinto pronta," completou. 

+++LEIA MAIS: Adele: Qual o melhor disco da cantora, segundo a crítica?


Sobre o que é o próximo disco de Adele?

Essencialmente, o suposto 30 foi dedicado ao filho da cantora, Angelo. Aos oito anos de idade, o menino tem muitas dúvidas sobre o fim do casamento dos pais e Adele diz "não ter respostas" a não ser pelo seu veículo de comunicação preferido: as letras de músicas. "Queria explicar-lhe, por meio deste álbum, quando ele estiver na casa dos vinte ou trinta anos, quem fui e por que escolhi voluntariamente desmantelar toda a sua vida em busca da minha própria felicidade."

Inicialmente, talvez presa nas tradições antigas, Adele também pensou que o disco fosse sobre o divórcio. Como esclareceu na entrevista, "Easy On Me" pode ser percebida como uma canção sobre términos, mas também é auto-reflexão: "Não é como se alguém estivesse me atacando, mas é como se eu tivesse deixado o casamento. Foi a primeira música que escrevi para o álbum e eu não escrevi mais nada por seis meses depois porque eu estava tipo, ‘OK, bem, eu já disse tudo.’"

+++LEIA MAIS: Adele voltou? Cantora atualiza redes - e aumenta rumores sobre próximo disco; entenda

Qualquer artista retira inspiração da própria vida naquele momento para poder criar. Adele vivia o final do casamento: "Simplesmente não era mais o certo para mim. Não queria acabar como muitas outras pessoas que conhecia. Eu não era miserável, mas teria terminado miserável se não tivesse me colocado em primeiro lugar. Mas nada de ruim aconteceu ou algo parecido."