Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Afinal, Ed Sheeran plagiou Marvin Gaye?

Família do cantor e compositor Ed Townsend alegam que Ed Sheeran copiou 'Let's Get It On' em 'Thinking Out Loud'

Redação Publicado em 24/04/2023, às 12h03

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ed Sheeran (Foto: Kevin Winter/Getty Images) e Marvin Gaye (Foto: Reprodução)
Ed Sheeran (Foto: Kevin Winter/Getty Images) e Marvin Gaye (Foto: Reprodução)

Processo iniciado em 2016 que deve iniciar julgamento apenas nesta segunda, 24 de abril de 2023, afirma como Ed Sheeran plagiou Marvin Gaye no hit "Thinking Out Loud." Os herdeiros de Ed Townsend, responsável por co-escrever "Let's Get It On" com Gaye, abriram a ação judicial.

Em resposta à acusação de plágio, os advogados de Sheeran afirmaram como ambas as canções são baseadas em uma progressão de acordes comum. Como The New York Times reportou, o processo aponta semelhanças na composição musical , como melodias, acordes e letras. Compare "Thinking Out Loud" com "Let's Get It On" abaixo:

+++LEIA MAIS: Ed Sheeran mal chegou aos 30 e já prepara disco para lançar após a morte

Em 2017, Kathryn Townsend Griffin e Helen McDonald, filha e irmã de Ed Townsend, respectivamente, abriram o processo, o qual sofreria diversos atrasos. Em 2019, Louis L. Stanton, juiz responsável por supervisionar o caso, suspendeu o julgamento enquanto aguardava uma apelação em outro caso. Após essa resolução, em março de 2020, a pandemia de Covid-19 forçou mais um atraso.

A semelhança apontada se baseia em uma sequência de quatro acordes em um padrão ascendente. Um musicólogo contratado pelos parentes de Townsend reconheceu a diferença em uma análise submetida ao tribunal, mas chamou os dois acordes de "virtualmente intercambiáveis."

+++LEIA MAIS: Ed Sheeran revela motivo 'turbulento' para não usar mais redes sociais

Segundo The New York Times, a resolução do caso pode depender de quão distinta é essa progressão de acordes. A defesa de Ed Sheeran argumenta como os acordes são blocos de construção genéricos e um jogo justo para qualquer músico.

Já nos registros do tribunal, o musicólogo de Sheeran explica como existem mais de uma dúzia de canções, como "Georgy Girl" e "Hurdy Gurdy Man," que usaram a mesma sequência básica antes de "Let's Get It On." 

+++LEIA MAIS: Ed Sheeran lança própria linha de molho picante 'Tingly Teds'

Kathryn Townsend Griffin e Helen McDonald responderam como, mesmo que os acordes sejam de domínio público, a maneira específica como foram usados ​​em "Let's Get It On" é original o suficiente - e devem ser protegidos por direito autoral. A família de Ed Townsend explicou como protege o trabalho do artista contra uma música que roubou seu "coração" musical.