Alice in Chains: Vídeo raro mostra Layne Staley de visual irreconhecível

Em reportagem de 1985, Layne Staley criticava Parents Music Resource Center, considerado como censura por muitos nomes do rock

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 21/10/2021, às 08h57

None
Layne Staley (Foto: Frans Schellekens/ Getty Images) e o cantor em programa de TV (Foto: Reprodução/YouTube)

Vídeo raro mostrou Layne Staley, ex-vocalista do Alice in Chains, de visual irreconhecível quando fazia parte da banda de glam rock Sleze, segundo informações do Loudwire. Na filmagem publicada na internet, O jovem roqueiro criticou abertamente o PMRC, sigla em inglês para Centro de Recursos Musicais para Pais, enquanto estava na plateia de um programa de TV.

PMRC, também conhecido como Parents Music Resource Center, foi fundado em 1985 por um grupo de mulheres, entre elas a ex-Segunda-dama dos Estados Unidos Tipper Gore, com intuito de aumentar o controle dos pais sobre o consumo de música pelas crianças. Muitos nomes do rock eram contra a organização na época, como Dee Snider, do Twisted Sister, quem considerou o comitê como censura.

+++LEIA MAIS: 5 melhores músicas do Alice In Chains com Layne Staley, segundo site [LISTA]

Layne Staley estava envolvido com Sleze em 1985, e Town Meeting, programa de televisão no KOMO News, exibiu um especial sobre PMRC durante auge da controvérsia. O cantor esteve presente nas filmagens e teve a oportunidade de expressar a opinião sobre o assunto - com direito a roupas glamorosas e cabelos espetados.

"Faço parte de uma banda de rock chamada Sleze - e quero dizer, há bastante controvérsia sobre nosso nome, mais menos do que nossas músicas. Acabamos de assinar com uma gravadora local, não existe nada de questionável sobre qualquer uma de nossas músicas,"  afirmou Staley.

+++LEIA MAIS: Filha de Chris Cornell faz cover emocionante de Alice in Chains; assista

"Mas, não sinto como ninguém tem o direito de avaliar nossas músicas. Quer dizer, sou o único responsável pelo direito de avaliar meu álbum - você não o tem," finalizou. Assista ao vídeo abaixo: