Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / Trilogia

Beyoncé revela que 'Cowboy Carter' deveria ter saído antes de 'Renaissance'; entenda

A cantora revelou o motivo pelo qual lançou os discos da trilogia na ordem contrária à inicialmente planejada

Redação Publicado em 30/03/2024, às 12h59

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
'Cowboy Carter', de Beyoncé (Foto: Reprodução)
'Cowboy Carter', de Beyoncé (Foto: Reprodução)

Beyoncé lançou o segundo álbum de uma trilogia na última sexta-feira, 29. Com 27 faixas, Cowboy Carter é o sucessor de Renaissance (2022), mas era para ter sido o contrário.

Em raro comentário feito à imprensa, a cantora revelou que seus planos mudaram devido à pandemia. "Esse álbum levou mais de cinco anos", disse. "Tem sido muito bom ter o tempo e a graça de poder ter meu momento com ele."

"Inicialmente, eu ia lançar Cowboy Carter primeiro, mas, com a pandemia, havia muito peso no mundo. Nós queríamos dançar. Nós merecíamos dançar. Mas eu tive que confiar no tempo de Deus", completou. 

A dona do hit "CUFF IT" ainda afirmou que as músicas do novo disco foram inspiradas em filmes de faroeste. Ela confessou que assistia aos longa-metragens durante as sessões de gravação e citou sete exemplos: Cinco Dedos por Marselha (2018), Cowboy do Asfalto (1980), Os Oito Odiados (2015), Cowboys do Espaço (2000), Vingança & Castigo (2021), Assassinos da Lua das Flores (2023) e E Aí, Meu Irmão, Cadê Você? (2000).