Billie Eilish se inspirou em pornografia para compor 'Male Fantasy'

"Male Fantasy" é a última faixa de Happier Than Ever e demonstra um lado pessoal e sensível de Billie Eilish

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 18/09/2021, às 12h00

None
Billie EIlish no Met Gala 2021 (Foto: Theo Wargo/Getty Images)

"Male Fantasy" é a última faixa de Happier Than Ever (2021), segundo disco de Billie Eilish. Com melodia suave, mas uma letra cheia de emoção, fãs se questionaram sobre o significado da composição desde a estreia do álbum e a cantora finalmente revelou quais foram as inspirações para faixa. 

De acordo com Cheat Sheet, Eilish criou a música com base na opinião sobre pornografia. "Outro dia estava falando sobre como a pornografia é estúpida e irreal na maior parte do tempo," disse ao Vice. "Quão irreal, misógino e totalmente ridículo é o mundo da pornografia."

+++ LEIA MAIS: De apoio à atração principal: Billie Eilish e outros artistas que se igualaram aos headliners

Cantora continuou: "Decidi que era realmente uma boa ideia para uma música falar honestamente sobre pornografia porque é algo desconfortável de se falar. A pornografia pode fazer você se sentir violado e bom ao mesmo tempo e essa conversa virou música. Foi difícil escrever porque queríamos que fosse o mais revelador possível."

Eilish também explicou como foi uma faixa extremamente pessoal: "É difícil ser vulnerável, honesta e aberta sobre minha vida agora," disse. "Acho muito mais fácil escrever sobre o meu passado e como costumava me sentir e encontrar uma nova perspectiva sobre algo que me aconteceu, para me tirar de uma situação."

+++ LEIA MAIS: Billie Eilish sente saudade de mosh pits em seus shows: ‘Uma vez criei sete’

"Normalmente não escrevo sobre o que estou passando no momento porque é difícil processar. Portanto, tratava-se também de dizer como me sentia. Foi difícil, satisfatório, revelador e também incrivelmente catártico," concluiu.