Brian May critica BRIT Awards por retirar categorias por gênero da premiação; entenda

Guitarrista da banda Queen, Brian May acredita que algumas mudanças "são uma melhoria, outras não"

Julia Harumi Morita Publicado em 25/11/2021, às 09h14

None
Brian May (Foto: Chris Pizzello / AP)

Brian May, lendário guitarrista do Queen, criticou o BRIT Awards por retirar categorias por gênero da premiação. Em entrevista ao The Mirror, o músico inglês confessou que não vê necessidade de alterar o nome ou as normas dos prêmios da cerimônia. (Via NME)

“É uma decisão que foi tomada sem pensar o suficiente. Muitas coisas funcionam muito bem e podem ficar como são," disse May. "Fico cansado de ver as pessoas tentando mudar as coisas sem pensar nas consequências de longo prazo.”

+++ LEIA MAIS: Queen está ‘analisando ideias’ para sequência de Bohemian Rhapsody, diz Brian May

Para o guitarrista do Queen, muitas pessoas não concordam com tal demanda por inclusão, porém têm receio de expressarem seu descontentamento. “Algumas dessas coisas são uma melhoria, outras não. Acho que muitas pessoas estão se sentindo como: 'Espere aí, isso não está certo.' Mas eles não ousam dizer nada. Eventualmente, haverá algum tipo de explosão.”

Categorias por gênero no BRIT Awards

Em 2019, fontes próximas revelaram que o BRIT Awards tinha planos de acabr com as categorias por gênero da premiação: Melhor Artista Masculino Britânico, Melhor Artista Feminina Britânica, Melhor Artista Masculino Internacional e Melhor Artista Feminina Internacional.

+++ LEIA MAIS: Brian May relembra modo de trabalho de Freddie Mercury em 'Bohemian Rhapsody': 'Inflexível'

Em 2021, a premiação se manifestou sobre a possibilidade de criar categorias de gênero neutro e ganhou elogios de Sam Smith. Agora, Tom March, presidente do BRIT Awards, falou sobre a importância das mudanças no evento, as quais serão colocadas em práticas na próxima edição.

“É importante que o BRITs continue a evoluir e tenha como objetivo ser o mais inclusivo possível. Parece completamente o momento certo para celebrar as conquistas dos artistas pela música que eles criam e pelo trabalho que fazem, independentemente do gênero."

+++ LEIA MAIS: Freddie Mercury não achava ‘Bohemian Rhapsody’ a melhor música do Queen; entenda