Calcinha Preta: Ex-vocalista da banda, Sidney Chuchu, é assassinado em casa; entenda

José Aparecido da Silva, conhecido como Sidney Chuchu, foi o primeiro vocalista da banda de forró Calcinha Preta - e foi encontrado morto nesta quinta, 4

Redação Publicado em 05/11/2021, às 16h02 - Atualizado às 16h05

None
José Aparecido da Silva, ex-vocalista da banda Calcinha Preta (Foto: Reprodução/TV Sergipe)

José Aparecido da Silva, conhecido como Sidney Chuchu, foi encontrado morto na quinta, 4 de novembro, na própria casa, localizada em Aracaju, no estado de Sergipe. O artista de 57 anos ficou conhecido na década de 1990, quando atuou como vocalista na banda de forró Calcinha Preta.

Segundo o site G1, José Aparecido da Silva foi o primeiro vocalista da banda, fundada em 1995. Ele assumiu os vocais ao lado de Luciana Linhares até 1998 e foi responsável por grandes hits do grupo, como “Onde o Sonho Mora”.

+++LEIA MAIS: Ney Matogrosso, Djonga e Xenia França: a trindade da música nacional que consagrou o terceiro dia do Forró da Lua Cheia

No Instagram, o perfil oficial da banda divulgou uma nota em que lamenta a morte do artista: “Hoje toda a família Calcinha Preta está de luto! É com grande tristeza e pesar que recebemos a notícia do falecimento de José Aparecido da Silva, o nosso querido Sidney Chuchu, que foi o nosso primeiro vocalista e ficou à frente da Banda Calcinha Preta no período de 1995 a 1998, tendo emplacado sucessos como o hit “Onde o Sonho Mora”.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por CALCINHA PRETA (@calcinhapreta)

 

Em seguida, o grupo homenageou o cantor: “Descanse em paz Sidney Chuchu, infelizmente, você nos deixou precocemente, e vai deixar muita saudade, mas, estará para sempre na história da Banda Calcinha Preta e em nossos corações.”

+++LEIA MAIS: Polícia encontra 30 músicas inéditas de Renato Russo

Investigação policial

Conforme noticiado pelo G1, a morte de José Aparecido da Silva é considerada um assassinato. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, uma testemunha chegou na casa e encontrou a Sidney no chão.

O Instituto Médico Legal acredita que a morte aconteceu por uma arma branca. Conforme a investigação, uma faca foi encontrada na casa do artista e recolhida para análise. Até o momento de publicação desta reportagem, ninguém foi preso — e a polícia investiga possíveis suspeitos.