Cardi B revela pensamentos suicidas após notícias falsas sobre ela; entenda

Tasha K publicou múltiplas informações falsas sobre Cardi B e foi processada pela rapper

Redação Publicado em 14/01/2022, às 11h59

None
Cardi B (Foto: Getty Images /Tommaso Boddi)

[ALERTA DE GATILHO] 

A rapper Cardi B revelou pensamentos suicidas após a youtuber Tasha K (Latasha Kebe)  publicar informações falsas sobre ela acerca de rumores de herpes e HPV. Devido às notícias compartilhadas, a artista entrou com um processo contra a blogueira, via Pop Line.

+++LEIA MAIS: Cardi B, Barões da Pisadinha e mais: as 20 músicas mais ouvidas no streaming no Brasil em 2021

Na ação judicial, a rapper alegava que fora organizada uma "campanha maliciosa" para prejudicar a imagem dela a partir de declarações "altamente ofensivas" em relação a supostas traições dela, quem é casada com o rapper Offset, além de citar que a cantora tinha herpes e HPV, era dependente de cocaína e trabalhava com prostituição.

Segundo informações da Billboard, via Pop Line, a cantora falou ao Tribunal sobre como se sentiu "extremamente suicida" e "indefesa" a partir do compartilhamento das informações falsas sobre ela. Ainda, revelou o desenvolvimento de fadiga e ansiedade, contou sobre como perdeu peso devido aos rumores criados por Kebe e publicados no canal com 1 milhão de inscritos no YouTube. "Só uma pessoa má poderia fazer essa merda," declarou.

+++LEIA MAIS: Como começou amizade de Cardi B e Penn Badgley?

No mesmo depoimento, Cardi B comentou que, antes de enfrentar a situação de notícias falsas, nunca havia lidado com pensamentos suicidas. Ainda, contou como teve problemas de intimidade com o marido - e, devido às questões mentais, decidiu procurar ajuda terapêutica para lidar com a situação. 

A NME relata que Kebe assumiu, frente ao Júri, ter compartilhado as mentiras sobre a rapper para aumentar a renda dos negócios dela na internet. Adiado para o dia 18 de janeiro, o julgamento acontece na próxima semana. 

+++LEIA MAIS: You: Cardi B na 4ª temporada? Penn Badgley comenta possibilidade

A advogada Lisa F. Moore, representante da rapper nesse processo, afirmou à Rolling Stone: "Minha cliente não tem HPV e herpes. Duas das declarações difamatórias em questão são as declarações vis, falsas e altamente ofensivas do réu de que meu cliente tem herpes e HPV, e fornecemos esses registros [teste de DST] 14 meses atrás em apoio às reivindicações do meu cliente."

De acordo com o Pop Line, o processo reúne 38 vídeos com informações falsas e desmente todas as afirmações. "A autora nunca foi prostituta ou usuária de cocaína. A queixosa nunca teve, e não tem agora, herpes, nem teve surtos de herpes na boca."