Corey Taylor responde provocações de Machine Gun Kelly: 'Criança'

Após alfinetadas em entrevistas, a briga de Corey Taylor e Machine Gun Kelly continuou nas redes sociais

Redação Publicado em 21/09/2021, às 13h34

None
Corey Taylor, do Slipknot (Foto: Amy Harris / Invision / AP) / Machine Gun Kelly (Foto: Rich Fury / Getty Images)

Corey Taylor, do Slipknot, respondeu às recentes provocações de Machine Gun Kelly e expôs uma antiga conversa com o músico nas redes sociais. Os dois artistas trocam alfinetadas desde o início do ano. (Via Loudwire)

Em fevereiro, Taylor confessou que odeia "a maior parte do rock novo" e mencionou "'artistas' que falham em um gênero e decidem mudar para o rock." Na época, a Consequence deduziu que o líder do Slipknot se referia a Kelly, cujo trabalho musical saiu do rap para o rock.

+++LEIA MAIS: 'Enter Sandman' é a 'Stairway To Heaven' da 'nossa geração, diz Corey Taylor, do Slipknot

No dia 19 de setembro, o rapper criticou a banda durante o Riot Fest: "Ei, querem saber o que estou feliz de não estar fazendo? Ter 50 anos e usando a m**** de uma máscara estranha na p**** do palco, falando m****."

Mais tarde, Kelly revelou que quase fez uma parceria com Taylor para o disco Tickets to My Downfall (2020), porém, considerou o verso do convidado "terrível pra c*r*lho" - segundo o rapper, isso teria motivado os antigos comentários do líder do Slipknot.

+++ LEIA MAIS: Corey Taylor acredita que contraiu covid-19 por causa de fã 'egoísta' em show

Na última segunda, 20, Taylor publicou no Twitter: "Não gosto de pessoas expondo m*rdas particulares como uma criança. Então, isso é tudo que direi: eu não fiz a faixa porque não gosto quando as pessoas tentam 'escrever' para mim. Eu disse não para eles. Então, sem mais delongas."

Na publicação, Taylor compartilhou um email enviado por Travis Barker, que também participou de Tickets to My Downfall, no qual Kelly afirmou estar "animado" com a participação e disse que o líder do Slipknot "arrasou," além de sugerir mudanças nos versos dele.

+++LEIA MAIS: Clown, do Slipknot, fala sobre morte da filha: ‘Uma perda como essa te faz dar passos para trás’

"Mandei para o Corey uma ideia para a segunda metade do verso dele. Ele pode, obviamente, dizer 'f*da-se,' mas seria irado ver se isso inspirou alguma coisa ou se ele gostaria de tentar assim."

Em outro email, Taylor escreveu: "Ouvi as ideias e, para ser honesto, não sou o cara certo para a faixa. Nada pessoal, se isso é o que MGK está procurando, outra pessoa é o cara para fazer isso. Está tudo bem e estou feliz por ele - espero que vocês encontrem a escolha certa para isso. Espero que vocês entendam e desejo o melhor com isso Se eu puder ajudar de alguma forma, me avise. "

+++ LEIA MAIS: Clown, do Slipknot, relembra gravações de Iowa: 'Nos odiávamos'

A briga continuou em outro tuíte de Kelly, no qual o rapper afirmou que o "verso estava ruim" e, "respeitosamente, estava dizendo para o músico reescrevê-lo."