Courtney Love sugere que Britney Spears deixe os EUA: 'Todos torcendo por você'

Após fim da tutela, Britney Spears comentou sobre vontade de deixar o país

Redação Publicado em 18/10/2021, às 11h15

None
Courtney Love em 2019 (Foto: Nicholas Hunt / Getty Images) | Britney Spears em 2013 (Foto: Jason Merritt/Getty Images)

Logo após a cantora Britney Spears comentar que gostaria de deixar os Estados Unidos ao escrever em uma publicação no Instagram que queria "morar em outro país", Courtney Love escreveu à artista, aconselhando-a a realmente sair do país: "Eu deixei [os Estados Unidos] e graças a Deus," disse, via Notícias ao Minuto.       

Em uma longa carta escrita especialmente para Spears, agora finalmente livre da tutela após uma longa batalha judicial contra o pai Jamie Spears, a cantora do Hole escreveu que a artista pop não fez nada errado: "Seus fãs e aqueles que não são seus fãs estão TODOS torcendo por você, não importa o que você faça. Mesmo que isso nunca seja nada. Mesmo se você tropeçar. F***-se," declarou Love

+++LEIA MAIS: Britney Spears critica família publicamente após tutela: 'Eles vão f**** com você'

"Britney, se eu tivesse raspado minha cabeça ninguém teria piscado. Você fez isso, mas não está 'na marca' e eles te punem por tanto tempo? Fazendo você pular e te fo***** a cada passo," escreveu Love e, ainda, acrescentou que isso impede o crescimento de Spears e não permite que ela possa "realmente expressar sua arte."


Desabafo de Britney Spears

Recentemente, Britney Spears usou o Instagram para fazer um longo desabafo sobre a vida pós-tutela, além de, mais uma vez, criticar publicamente a família após o pai Jamie Spears ser oficialmente afastado da tutela. No texto, a artista ameaçou os familiares dizendo: "Senhor, tenha piedade das almas da minha família se eu fizer uma entrevista."

+++LEIA MAIS: Britney Spears é acusada de agredir funcionária; entenda


A tutela de Britney Spears

Em uma audiência de tutela em junho, Britney Spears falou publicamente sobre a tutela pela primeira vez. Na ocasião, acusou o pai de controlar opressivamente as próprias finanças, negócios e decisões pessoais, e o próprio corpo; ela disse ao tribunal que lhe foi prescrito lítio contra sua vontade e não tinha permissão para se casar, ter outro filho ou ter o próprio DIU removido.

"Tudo que eu quero é ter meu dinheiro... E que isso acabe... E meu namorado seja capaz de me levar em seu carro. E honestamente… Quero poder processar minha família," disse Britney durante a audiência. Ela acrescentou: "Realmente acredito que essa tutela é abusiva."