Dave Grohl relembra primeiro encontro com Paul McCartney e Ringo Starr: 'Estava hipnotizado'

O primeiro encontro entre Dave Grohl, Paul McCartney e Ringo Starr aconteceu em 2002 — e foi um momento marcante para o líder do Foo Fighters

Redação Publicado em 10/10/2021, às 10h40 - Atualizado em 11/10/2021, às 13h40

None
Paul McCartney e Dave Grohl (Foto: Matt Sayles/Invision/AP)

Dave Grohl provou que até mesmo artistas mundialmente famosos têm ídolos — e podem ter a reação mais inesperada ao encontrá-los. Segundo o vocalista do Foo Fighters, ele ficou “hipnotizado” na primeira vez em que viu os ex-BeatlesPaul McCartney e Ringo Starr.

Em recente publicação no blog pessoal Dave’s True Stories, Dave Grohl relembrou como o encontro foi possível. Segundo ele, Dhani Harrison (filho de George Harrison) o chamou após um show do Foo Fighters e o convidou para uma apresentação em homenagem ao pai e ex-Beatle.

+++LEIA MAIS: Nandi Bushell participa de show do Foo Fighters após batalha musical contra Dave Grohl

A apresentação aconteceu em 22 de novembro de 2002 no Royal Albert Hall com a presença de outros grandes nomes da música, como Eric Clapton, Tom Petty and the Heartbreakers, Ravi Shankar, McCartney e Starr. Segundo Grohl, nos bastidores do evento, o encontro inesperado aconteceu:

Percebi Paul McCartney com o canto do olho, conversando com amigos, e não pude deixar de ficar olhando. Ele estava lá

+++LEIA MAIS: Nirvana: Dave Grohl revela ter passado fome no início da banda: 'Não havia comida'

Devido às diversas emoções que envolveram o momento, Grohl explicou que não se recorda de todos os detalhes do encontro com McCartney e Starr, mas confessa que “estava hipnotizado” na presença dos ex-Beatles.

“O que aconteceu a seguir permanecerá para sempre um borrão. Não me lembro exatamente como Paul e eu fomos apresentados, o que foi dito ou por quanto tempo conversamos, mas lembro-me de fazer minha melhor cara de 'isso não é a coisa mais incrível que já aconteceu comigo' enquanto tento não fazer papel de bobo,” explicou.

+++LEIA MAIS: Dave Grohl teve dificuldades para entrar no Nirvana: 'Minha mãe me convenceu'

O encontro foi tão emocionante que Grohl, inclusive, ligou para a mãe para contar. Ela comprou a primeira guitarra do astro, além de um livro de músicas dos Beatles, quando Grohl tinha apenas 11 anos: “Diariamente, ela me via esticar meus dedinhos para formar os acordes daquelas páginas enquanto estava sentada em frente ao toca-discos da escola pública que ela trouxe do trabalho para casa”, lembrou.


Dave Grohl está aberto a mudar capa de Nevermind

Recentemente, Spencer Elden abriu uma ação contra os integrantes remanescentes da banda Nirnava e o espólio de Kurt Cobain pelo uso da imagem da capa do icônico álbum Nevermind (1991). O jovem de atualmente 30 anos, que aparece na arte do disco quando era um bebê, também pediu para que a capa fosse alterada em lançamentos futuros do trabalho.

+++ LEIA MAIS: Nirvana: Courtney Love culpa ‘Smells Like Teen Spirit’ por morte de Kurt Cobain

Dava Grohl, vocalista e guitarrista do Foo Fighters e ex-baterista do Nirvana, foi questionado em entrevista ao The Sunday Times se estava de acordo com Spencer Elden em alterar a capa de Nevermind. O músico de 52 anos disse que sim, afirmando estar aberto à mudança da foto do disco e, inclusive, tem várias ideias. 

"Tenho muitas ideias de como devemos alterar essa capa, mas veremos o que acontece," afirmou Dave Grohl no artigo publicado, e prosseguiu: "Nós avisaremos vocês. Tenho certeza de que encontraremos algo bom."

+++LEIA MAIS: Nirvana: Por que John Frusciante, do Red Hot Chili Peppers, não é fã de Nevermind?

Quanto às ideias para a alteração da capa, Grohl não revelou quais são e disse que não está muito preocupado com a questão. "Acho que há muito mais para se esperar e muito mais [a fazer] na vida do que ficar atolado nesse tipo de coisa. E, felizmente, não tenho que fazer nenhuma papelada," celebrou.