Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

De Lady Gaga a Foo Fighters: 7 substituições radicais em line-ups de festivais

De Lady Gaga substituída por Maroon 5 a troca de última hora no Rock in Rio 2022, sete vezes em que line-ups passaram por grandes transformações

Redação Publicado em 04/10/2022, às 08h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Lady Gaga (Foto: Divulgação), Cardi B (Foto: Rich Fury / Correspondente) e Snoop Dogg. (Foto: GettyImage)
Lady Gaga (Foto: Divulgação), Cardi B (Foto: Rich Fury / Correspondente) e Snoop Dogg. (Foto: GettyImage)

Cancelamentos, adiamentos e substituições não são necessariamente novidade no mundo do showbiz. Recentemente, a assessoria do Rock in Rio revelou que o grupo de trap Migos não irá mais se apresentar no festival. Em seguida, foi confirmado que os mineiros do Jota Quest devem substituir o show do trio de rappers norte-americano na Cidade do Rock. Entretanto, essa está longe de ser a única substituição que pegiu fãs de surpresa.

+++ LEIA MAIS: Coldplay adia shows no Brasil por infecção pulmonar de Chris Martin
+++LEIA MAIS: Rock in Rio: Festival confirma cancelamento do show do trio Migos

Confira, abaixo, sete substituições radicais em line-ups de festivais:

1. Lady Gaga por Maroon 5

No dia 14 de setembro de 2017, uma nuvem cinza pousou nas cabeças dos Little Monsters, quando a organização do Rock in Rio revelou que, "devido a fortes dores", Lady Gaga teve de cancelar sua apresentação no festival. A banda Maroon 5, que era um dos headliners da edição, subiu no Palco Mundo no lugar da cantora e, na tentativa de conquistar os fãs que não estavam lá por eles, tocaram até mesmo o classico brasileiro ‘Garota de Ipanema’.

+++LEIA MAIS: Rock in Rio 2017: “tapa-buraco”, Maroon 5 canta “Garota de Ipanema” em show esforçado


2. Foo Fighters por vários artistas brasileiros

O show cancelado da banda Foo Fighters no Lollapalooza de 2022 foi ainda mais amargo pela perda do baterista Taylor Hawkins. A banda fecharia a última noite do festival em São Paulo, mas cancelou a apresentação após a tragédia. Uma performance em homenagem ao músico, então, foi comandada por Planet Hemp e Emicida, que ainda convidaram DJ Nyack, DJ KL Jay, Criolo, Bivolt, Drik Barbosa e Rael para o palco.

+++LEIA MAIS: Lollapalooza 2022: Miley Cyrus dedica ‘Angels Like You’ para Taylor Hawkins


3. Cardi B por Ellie Goulding

Em julho de 2019, Cardi B surpreendeu seus fãs ao revelar que não iria mais marcar presença no Rock in Rio daquele ano, “por motivos pessoais”. Ellie Goulding, então, subiu no Palco Mundo no mesmo dia e horário que a rapper iria se apresentar.

+++LEIA MAIS: Cardi B cancela show no Rock in Rio e Ellie Goulding substitui 


4. Tyler, The Creator por Aurora

Em um comunicado publicado em março de 2018, onde prometia que iria voltar para a América do Sul em breve, Tyler, The Creator afirmou que não iria performar naquela edição do Lollapalooza, também por motivos pessoais. Foi assim que a norueguesa Aurora subiu no palco AXE do festival no dia 25 de março, por volta das 18h20.


5. Snoop Dogg por Planet Hemp 

Pouco mais de uma semana antes do Lollapalooza de 2016, a organização do festival revelou que o rapper Snoop Dogg havia cancelado sua apresentação no Brasil. Escalada de última hora, a Planet Hemp voltou ao evento depois de três anos — enquanto isso, o então recém-formado grupo paulista Ego Kill Talent também entrou no line-up daquela edição do festival.

+++LEIA MAIS: Lollapalooza 2016: Snoop Dogg cancela show e é substituído por Planet Hemp


6. Megadeth por Gojira

Em 12 de abril, a banda Megadeth cancelou seu show no Rock in Rio de 2022, sem dar muitos detalhes sobre a notícia. Meses mais tarde, o icônico festival anunciou que o grupo seria substituído por Gojira, banda de death metal progressivo, que irá tocar no dia 2 de setembro.

+++LEIA MAIS: Rock in Rio 2022: Gojira substitui Megadeth no line-up do festival


7. Beirut por Cat Power

Em meados de 2014, o Beirut anunciou que iria cancelar as duas apresentações que faria no Brasil em novembro daquele ano, incluindo a do Popload Festival. Já confirmada para outro dia do evento, então, a cantora Cat Power foi escalada para substituir o grupo com um show extra, prometendo que ambas as apresentações seriam diferentes.

+++LEIA MAIS: Após cancelamento de Beirut, Cat Power fará apresentação extra no Popload Festival