Donda: Todd Rundgren fala sobre frustração em parceria com Kanye West: ‘Há muito lixo nesse disco’

Todd Rundgren disse que 88-Keys o colocou na órbita de Kanye West, mas o processo criativo do rapper foi demais para ele

Jon Blistein, Rolling Stone EUA Publicado em 14/09/2021, às 12h50

None
Kanye West (Foto: Dimitrios Kambouris/Equipe) e Todd Rundgren (Foto: Katie Stratton/Equipe)

Todd Rundgren disse como fez diversos trabalhos para Donda (2021) disco de Kanye West, mas nenhuma das contribuições foram ao corte final.

Rundgren revelou a informação em entrevista ao Ultimate Classic Rock, e comentou como foi trazido para West por meio do colaborador de longa data do rapper, 88-Keys. O músico chamou 88-Keys de “cara incrível” e "grande fã meu," quem queria ver Todd Rundgren e Kanye West trabalhando juntos.

+++LEIA MAIS: Drake aumenta rixa com Kanye West e vaza faixa deletada de Donda, 'Life of the Party'

Rundgren disse estar pronto para ajudar West de todas as maneiras possíveis, e acrescentou: "Não me importava de trabalhar nas coisas do evangelho dele. Se quer cantar sobre Jesus, vá em frente, não me importo. Vou te ajudar a fazer isso, sabe? Se você quiser cantar sobre os problemas com a esposa, vá em frente e faça isso. Não me importo."

Rundgren afirmou como contribuiu intermitentemente por cerca de um ano, acabando por acumular, como ele mesmo disse, “três álbuns de Kanye no meu computador." Enquanto o artista tentou se tornar o mais disponível possível, acabou frustrado com o processo criativo de West: "Quando entrou na reta final em julho, apenas disse: 'Isso é o suficiente para mim. Não tenho ideia se isso será usado.' Você não recebe muito feedback dele sobre qual o problema."

+++LEIA MAIS: Kanye West é acusado de mandar engenheiro 'encontrar Deus' após demiti-lo; entenda

Adicionou: "Se eu puder contribuir com algo, ótimo. Se não puder, é só me avisar. Estou fora daqui... Posso eu realmente estar no álbum em algum lugar. Há muito lixo nesse disco!"

Com a breve avaliação de Donda, Rundgren percebeu como West e equipe estavam apressando o álbum, e lançou "obviamente material bruto e não processado," porque o rapper tentava lançar o disco antes de Drake (em uma postagem no Instagram deletada após a chegada de Donda, Kanye West afirmou como a gravadora, Universal, lançou o LP sem aprovação).

+++LEIA MAIS: Kanye West é acusado de roubar letra de música de T-Pain; entenda

"Ele tinha muito medo de Drake o superar, então se apressou e lançou o álbum no fim de semana antes do concorrente lançar o dele," brincou Todd Rundgren. "No final, Drake comeu seu almoço de qualquer maneira."

Resumindo a experiência, Rundgren se referiu a Kanye West não como um músico, mas como "um designer de calçados... Ele é apenas um diletante agora. Ninguém faria discos assim regularmente, apenas se tivesse dinheiro para jogar fora. Ninguém aluga um estádio para fazer um disco. Ninguém voa em todo o mundo do hip-hop só para resmungar uma sílaba."

+++LEIA MAIS: Kim Kardashian se inspira em estética de Donda, disco de Kanye West, para Met Gala 2021 - e vira meme; confira