Drake incluiu R. Kelly, acusado de agressão sexual, em faixa de Certified Lover Boy - e flerta com polêmica

Sexto disco de Drake, Certified Lover Boy, tem sample de R. Kelly, acusado de agressão sexual

Daniel Kreps | Rolling Stone EUA. Tradução: Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 04/09/2021, às 16h30 - Atualizado em 05/09/2021, às 13h15

None
Drake (Foto: Kevin Winter/Getty Images) / R. Kelly (Foto: Scott Olson/Getty Images)

Certfied Lover Boy, sexto disco de Drake, chegou às plataformas digitais nesta sexta, 3 de setembro, com uma lista de faixas que inclui créditos de composição por samples de "Michelle," dos Beatles, Notorius B.I.G., Right Said Fred e, o mais polêmico de todos, R. Kelly.

De acordo com informações do WhoSampled, a música "TSU," de Certified Lover Boy, utiliza a mesma introdução sinfônica encontrada no single de R. Kelly de 1998, "Half on a Baby." Por esse motivo, Kelly é um dos compositores creditados na canção, ao lado de Drake, os produtores da faixa (Harley Arsenault, Noel Cadastre, OC Ron G) e Christopher Cross, Timbaland e Justin Timberlake. 

+++LEIA MAIS: Certified Lover Boy: As 5 melhores músicas do disco de Drake [LISTA]

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by champagnepapi (@champagnepapi)

 

A versão do N’Sync de "Sailing," de Cross, também foi sampleada na música. (Um representante de Drake não comentou sobre o sample de Kelly. O crédito, porém, foi confirmado por diversos serviços de streaming.) Acontece na marca dos 20 segundos da música, confira abaixo:

Enquanto a obra de Kelly foi sampleada por outros artistas de hip-hop muito antes das acusações contra ele, mas "TSU" marca a primeira vez em que os sons serão utilizados por um cantor de destaque desde que foi indiciado por denúncias federais de tráfico sexual e extorsão em Brooklyn, Nova York (EUA) — onde atualmente passa por julgamento — e enfrenta também uma deliberação judicial em ambos os níveis federal e estadual em Chicago.

+++LEIA MAIS: Drake e Kanye West lançam parcerias com artistas acusados de agressão sexual

O uso do sample também veio após uma semana de testemunhos no julgamento de Kelly, focados no casamento ilegal do cantor com Aaliyah, quando ainda era menor de idade, uma artista por quem Drake sempre expressou muito amor e admiração — inclusive, tem um retrato dela tatuado em suas costas, e trabalhou em um LP póstumo para Aaliyah, com a canção "Enough Said."

Uma versão de "TSU" existe no formato de demo desde 2018 — apenas meses antes da série documental Sobreviver a R. Kelly e os consequentes encargos legais — mas a decisão de incluir o sample de "Half ona Baby" e, portanto, dar royalties de composição a Kelly, chamou atenção negativa nas redes sociais e gerou críticas a Drake.

+++LEIA MAIS: Drake alfineta Kanye West em faixa do sexto disco, Certified Lover Boy; entenda

O sample de Kelly também veio menos de uma semana após Kanye West dar créditos e anunciar colaborações com dois artistas os quais são fortemente criticados na internet — Marilyn Manson e DaBaby — na faixa "Jail Pt.2," do disco Donda, lançado em 29 de agosto de 2021. Além disso, West também incluiu Chris Brown, acusado de agressão sexual, no disco, mas deletou um verso do cantor de R&B, o que gerou mais controvérsias nas redes sociais. 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by BREEZY (@chrisbrownofficial)

 


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!