Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / Opinião

É 'errado' citar Patti Smith como precursora do punk, diz Johnny Rotten

Além de Patti Smith, Johnny Rotten aproveitou para alfinetar Ramones e o movimento punk de Nova York

Redação Publicado em 13/08/2023, às 10h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Patti Smith (Foto: Matt Winkelmeyer/Getty Images) e Johnny Rotten (Foto: Ian Gavan/Getty Images)
Patti Smith (Foto: Matt Winkelmeyer/Getty Images) e Johnny Rotten (Foto: Ian Gavan/Getty Images)

Não apenas Morrissey, mas Johnny Rotten, ex-integrante de bandas como Sex Pistols e Public Image Ltd, também é conhecido por opiniões polêmicas. Agora, o cantor afirmou como é "errado" atribuir Patti Smith, dona de hits como "Because the Night," "Dancing Barefoot" e "Gloria: In Excelsis Deo," como precursora do punk.

Vale lembrar como Smith foi bastante importante no movimento punk nos Estados Unidos, principalmente após o lançamento de Horses (1975), disco de estreia dela na música. Durante entrevista ao The Sun, Rotten citou nomes que ele considera mais importantes.

+++LEIA MAIS: Contrato com Sex Pistols é como 'trabalho escravo', diz Johnny Rotten

"Ouvi muitos jornalistas estadunidenses fingindo que toda a influência punk veio de Nova York," disse o artista na conversa com o site britânico. "Bem, olá? Bandas como Sweet, com 'Ballroom Blitz,' e Mud, com 'Tiger Feet' - é isso, cara!"

T.Rex, David Bowie, Slade, Mott The Hoople, The Alex Harvey Band - a influência deles foi enorme. E eles tentam anular tudo isso e envolver Patti Smith. É tão errado!

Em seguida, Johnny Rotten culpou Ramones, icônica banda punk formada em Nova York, por "toda aquela bobagem de jaqueta de couro cravejada e uniformizada." Além disso, ele falou sobre os ex-companheiros de banda e do novo supergrupo que faz parte, chamado Generation Sex, com os ex-Sex Pistols, Steve Jones (guitarra) e Paul Cook (bateria), assim como Billy Idol e Tony James, ambos conhecidos como integrantes do Generation X.

+++LEIA MAIS: Sex Pistols: Após críticas de Johnny Rotten, diretor de série sobre a banda rebate

"Boa sorte para eles, mas vamos lá, rapazes, se recomponham. O lado dos Pistols são músicas que eles nunca realmente entenderam e Billy precisa entrar como tradutor," continuou. O que o pobre Billy assumiu? Costumávamos chamá-lo de Cliff Richard do punk e ele era um cara tão legal e fácil de se relacionar."

Ele e Sid [Vicious] costumavam ser bastante ridículos sobre quem poderia fazer o melhor escárnio de Elvis Presley.