Elton John: 4 feats icônicos em The Lockdown Sessions; Miley Cyrus, Dua Lipa e mais [LISTA]

The Lockdown Sessions, disco de Elton John, chegou às plataformas digitais nesta sexta, 22 de outubro

Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 22/10/2021, às 19h20

None
Capa de The Lockdown Sessions, disco de Elton John (Foto: Reprodução / Twitter)

É difícil encontrar alguém mais importante para a história do pop quanto Elton John: ao longo dos quase 60 anos de carreira, o pianista, cantor, compositor e produtor britânico encantou o mundo com canções como “Rocket Man(I Think It's Going to Be a Long, Long Time)" e "I'm Still Standing," além de ter influenciado gerações com seu estilo excêntrico e colorido.

Elton lançou o disco The Lockdown Sessions nesta sexta, 22 de outubro, repleto de colaborações com outros artistas clássicos como Stevie Wonder e Eddie Vedder, novidades na indústria musical como Lil NasX e experimentou com os limites de gêneros com Brandi Carlile e Nicki Minaj. Pensando nisso, separamos 4 feats icônicos do álbum. Confira:

+++LEIA MAIS: 'Ficamos chocados', diz Elton John sobre comentário homofóbico de DaBaby em show

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Elton John (@eltonjohn)

 


"Cold Heart," com Dua Lipa

Para abrir o disco, Elton se junta com Dua Lipa e PNAU, duas gerações do pop se unem para celebrar a extensa e brilhante carreira do músico. "Cold Heart" é um remix de quatro canções icônicas do artista: “Sacrifice," de 1989, a muito conhecida “Rocket Man (I Think It's Going to Be a Long, Long Time),” de 1972, “Kiss the Bride,” de 1983 e “Where's the Shoorah?” lançada em 1976. 


"Nothing Else Matters," com Miley Cyrus

Reinterpretação de um dos maiores sucessos do Metallica, essa versão de "Nothing Else Matters" mistura os vocais roucos e ousados de Miley e as habilidades de Elton no piano — como se não bastasse, também tem Chad Smith (Red Hot Chili Peppers) na bateria, Robert Trujillo (Metallica) no baixo, Andrew Watt na guitarra e até Yo-Yo Ma no violoncelo. 

+++LEIA MAIS: Qual música do Queen fez Elton John e Freddie Mercury virarem amigos?


"E-Ticket," com Eddie Vedder

Talvez uma das faixas mais animadas e otimistas do disco, "E-Ticket" reúne Elton e Eddie Vedder, vocalista e guitarrista do Pearl Jam. Combinando vozes em uma música liderada pela guitarra e piano, os dois cantam sobre a liberdade da vida: "Não preciso prometer minha fé / Para nada a não ser o tempo e as marés / E consigo ver o universo / Assim como ele me vê."


"Stolen Car," com Stevie Nicks

Para misturar duas das vozes mais memoráveis do Século XX, Elton convidou StevieNicks, vocalista do Fleetwood Mac, para "Stolen Car," uma balada liderada por um piano marcado. Fala sobre um amor de juventude: "Nosso amor era como um carro roubado / Correndo pela rodovia / Bebendo por um novo dia / Bêbado em um velho bar / Ninguém sabia nossos nomes / Nossa, esses eram os bons tempos."

+++LEIA MAIS: Elton John se sente lisonjeado por ser citado em música do BTS: 'Foi tão legal'