Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Erasmo Carlos 'batalhou' para compor 'Meu Nome é Gal': 'Queria desabafar'

Quando escreveu 'Meu Nome é Gal', Erasmo Carlos sofria com preconceitos sociais após ir para São Paulo

Redação Publicado em 22/11/2022, às 14h16

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Erasmo Carlos (Foto: Divulgação) e Gal Costa em 2008 (Foto: Getty Images)
Erasmo Carlos (Foto: Divulgação) e Gal Costa em 2008 (Foto: Getty Images)

Um dos grandes nomes da música brasileira, Erasmo Carlos morreu aos 81 anos nesta terça, 22. Com uma carreira icônica, o músico não contribuiu apenas para a própria discografia, mas também compôs "Meu Nome é Gal," um dos maiores clássicos de Gal Costa, quem faleceu há poucas semanas, em 9 de novembro de 2022.

Durante entrevista no programa de TV Conversa com Bial, da TV Globo, Tremendão relembrou o pedido para compor a canção de Costa, enquanto sofria preconceitos sociais após ir para São Paulo - e usou a música como uma forma de "desabafo," como um escape.

+++LEIA MAIS: Florence Pugh, a Yelena Belova da Marvel, dança ao som de Erasmo Carlos; assista

"Surgiu o pedido de uma música para Gal e eu encaixei essas manifestações e reclamações que eu tinha, que eu queria desabafar. Então, eu desabafei tudo em 'Meu Nome é Gal.' Não precisa sobrenome / pois o amor que faz o homem," afirmou Erasmo Carlos.