Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Foo Fighters: Chris Shiflett critica especulações sobre morte de Taylor Hawkins: 'Detetives de Twitter'

Chris Shiflett, porém, entendeu como existe 'fascínio das pessoas' por Taylor Hawkins 'ser esse grande personagem'

Redação Publicado em 04/10/2022, às 08h57

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Foo Fighters (Foto: Kevin Winter/Getty Images)
Foo Fighters (Foto: Kevin Winter/Getty Images)

Chris Shiflett, guitarrista dos Foo Fighters, criticou especulações sobre morte de Taylor Hawkins e citou "investigadores particulares do Twitter desrespeitosos." Hawkins morreu aos 50 anos em Bogotá, Colombia, no dia 25 de março de 2022 - e um exame toxicológico descobriu várias drogas no organismo do músico, como opiáceos, antidepressivos e maconha.

Em conversa no podcast The Plug With Justin Jay, Shiflett discutiu a especulação "desrespeitosa" na internet sobre a morte do colega de banda. "Este é muito diferente devido ao lado público, e há tanta investigação na internet que as pessoas estão fazendo e especialmente logo após a morte dele," afirmou.

Todos esses detetives particulares do Twitter... está tudo errado. Eles estão errados sobre tudo e isso tem sido muito estranho de assistir.

+++LEIA MAIS: Foo Fighters: Veja melhores momentos do novo tributo a Taylor Hawkins; de Red Hot a Alanis Morissette

"Eu entendo o fascínio das pessoas por isso. Taylor era esse grande personagem e ele significava muito para milhões de pessoas em todo o mundo, então por um lado eu entendo, mas é como se muito do que eu vi por aí estivesse completamente errado," continuou o guitarrista.

Em seguida, Chris Shiflett comentou algumas das especulações mais bizarras que ouviu sobre a morte de Taylor Hawkins: "Quero dizer, há pessoas por aí dizendo merdas como Dave [Grohl] matou Taylor ao fazê-lo tomar a vacina contra covid-19. É só me*** assim. É como: 'Ah, po***, você vai transformar isso nisso? Foda-se!'"

+++LEIA MAIS: Rockin' 1000: Como morte de Taylor Hawkins impactou projeto? Criador responde [ENTREVISTA]


Miley Cyrus compartilha áudio que recebeu de Taylor Hawkins

No dia 27 de setembro de 2022, Miley Cyrus apresentou-se no segundo tributo a Taylor Hawkins, antigo baterista do Foo Fighters. No dia seguinte, então, a cantora compartilhou um áudio que recebeu do músico algum tempo antes de sua morte, em 2019.

Na curta gravação, que Miley compartilhou no Twitter, Taylor demonstra estar chateado com a mudança da cantora — que estava saindo de sua casa em Los Angeles — e fala sobre a música “Photograph”, do Def Leppard. “Você poderia arrasar nessa. Tenha certeza de aprendê-la”, pediu o baterista, no áudio.

+++ LEIA MAIS: Lollapalooza 2022: Miley Cyrus dedica ‘Angels Like You’ para Taylor Hawkins

“Um pedido pessoal da própria lenda. Taylor Hawkins, meu amigo, meu ídolo…. Meu vizinho. Crescendo em uma fazenda, eu nunca pude ver a luz de outra casa próxima, mas viver ao lado de Taylor nos anos que passei em LA foram alguns dos momentos mais divertidos da minha vida”, escreveu Miley, em sua publicação. Confira:

Foi então que, na terça-feira, Miley interpretou exatamente o clássico de 1983 no tributo que fez em homenagem a Taylor Hawkins. “Sinto tanta falta de Taylor, como todo mundo. Foi uma honra celebrá-lo ontem à noite e me apresentar com Def Leppard”, afirmou a cantora.

Que sorte tê-lo conhecido não apenas como um superstar, mas por ter passado um tempo assistindo ele ser apenas um pai e um marido!”

+++LEIA MAIS: Miley Cyrus registra marcas de NFTs e prepara entrada no metaverso

Taylor Hawkins faleceu em 25 de março de 2019, aos 50 anos, durante a turnê que realizava com o Foo Fighters em Bogotá, na Colômbia. Na época, a banda tinha um show marcado no Lollapalooza Brasil, que acabou sendo cancelado por culpa da tragédia.