'Friday, I'm in Love é uma música pop idiota mas excelente' diz Robert Smith de The Cure

Uma das canções de maior sucesso do The Cure completa 30 anos

Redação Publicado em 22/06/2022, às 16h42

None
Robert Smith. (Foto: GettyImages)

A canção "Friday, I'm in Love" de The Cure completa 30 anos. A banda gótica que nasceu na Inglaterra ficou conhecida por canções melancólicas e densas. Mas a música em questão foi considerada uma das mais animadas do grupo. 

Em uma entrevista para a revista SPIN, o vocalista Robert Smith afirmou que "Friday I'm in Love" é uma canção excelente mas absurda porque 'É tão fora do personagem'.

+++LEIA MAIS: Kate Bush fala sobre sucesso de 'Running Up That Hill' após Stranger Things em entrevista rara: 'Mundo ficou maluco'

 “Friday I'm In Love é uma música pop idiota, mas chega a ser excelente na verdade, de tão absurda que é. Ela é tão diferente: muito otimista e fora da caixinha, numa terra feliz. É legal conseguir esse contraste. As pessoas nos veem como líderes de algum tipo de movimento sombrio. Eu poderia sentar e escrever músicas depressivas o dia inteiro, mas não vejo sentido nisso."

Smith afirmou que a música foi inicialmente escrita para tocar em um ritmo mais lento. Inclusive foi gravada em um tom de Ré maior mas sendo lançada com um quarto de tom mais alto. Isso porque o vocalista esqueceu de desativar uma função do gravador. Essa diferença pode ser percebida quando a banda toca a faixa ao vivo em Ré maior.

+++LEIA MAIS: Influencer Juliana Thaisa acusa Edi Rock, dos Racionais MC's, de abuso sexual

A relação do vocalista com a mmúsica mudou. Em 2004, Smith afirmou em uma entrevista para a revista Mojo que "Sempre foi paradoxal empurrarem goela abaixo das pessoas que nós somos uma banda gótica. Para o grande público, nós não somos. Para os taxistas, eu sou o cara que canta "Friday I'm in Love", não o cara que canta "Shake Dog Shake" ou "One Hundred Years" ", concluiu ele.

The Cure

A banda com 44 anos de carreira tem 14 discos lançados. Várias de suas canções atingiram as primeiras posições nas rádios tais como "Just Like Heaven", "Close To Me", "Lovesong" ou "Friday I'm in Love", recebendo imensas indicações e vários prémios.

Até 2004, o grupo vendeu mais de 30 milhões de cópias em todo o mundo, levando assim ao estatuto de uma das bandas alternativas de maior sucesso da história.

+++LEIA MAIS: Sorria: Filme de terror ganha trailer aterrorizante; assista

The Cure deve lançar próximo disco em setembro deste ano. Conforme Robert Smith revelou ao NME.

Songs of a Lost World terá 10 faixas e será o primeiro disco de estúdio em 14 anos, quando lançaram 4:13 Dream (2008). Na sonoridade, Smith não prometeu muitas inovações ao mencionar "melancolia e escuridão."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por The Cure (@thecure)