Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Garbage no Brasil: 6 músicas que foram sucesso nos charts

Terceira passagem da banda pelo Brasil foi marcada para setembro de 2023; aqui, listamos seis vezes que o grupo entrou para os charts

Redação Publicado em 14/03/2023, às 15h13 - Atualizado em 26/08/2023, às 12h58

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Shirley Manson, do Garbage (Getty Images)
Shirley Manson, do Garbage (Getty Images)

O Garbage retorna ao Brasil para uma apresentação no The Town. A banda americana formada em 1993 foi um dos principais nomes do rock alternativo do início dos anos 1990 e regressa ao país pela terceira vez no próximo dia 9 de setembro, com um show em São Paulo, após a estreia por aqui em 2012 no palco do festival Planeta Terra, e de duas apresentações em 2016.

Com uma formação mais ou menos fixa desde o início, com a escocesa Shirley Manson nos vocais, Duke Erikson e Steve Marker entre guitarra, baixo e teclado, e Butch Vig na percussão, a banda possui sete álbuns de estúdio. Sua trajetória foi celebrada entre as três décadas de atividade do grupo, especialmente por uma união inexplorada de sonoridades até então, como o grunge, o techno e o power pop. 

Shirley chamou a atenção do grupo que estava em formação com o clipe de "Suffocate Me", canção de uma banda da qual Manson participou até 1994 — quando se tornou integrante do Garbage. Completando 57 anos neste sábado, 26, a cantora criou uma das assinaturas da banda: os vocais potentes. 

+++ LEIA MAIS: Garbage diz estar 'horrorizado' com situação da Covid-19 no Brasil: 'Um Pesadelo'

Atualmente na produção de seu oitavo disco, o Garbage soma sucessos de diferentes eras do grupo, incluindo seis entradas nos charts, que listamos abaixo:

Only Happy When It Rains

Principal single do álbum de estreia Garbage, "Only Happy When It Rains" é considerada uma obra-prima do grupo até hoje. Devido à letra provocativa e à melodia sólida, chegoua ser dublada pelo Metallica e integrou até a trilha de Capitã Marvel, mais de 25 anos após sua gravação, em 2019. Integrou o Hot 100 da Billboard por 20 semanas, atingindo a posição 55 em seu pico.

Stupid Girl

Gravada como demo em janeiro de 1994, "Stupid Girl" atingiu as maiores posições para o Garbage em rankings, incluindo a Billboard Hot 100, onde ficou por 20 semanas, com topo na posição 24 (superando, portanto, "Only Happy When It Rains"). Pela música, o grupo foi indicado ao Grammy nas categorias Melhor Canção de Rock e Melhor Performance Rock para um Duo ou Grupo.

Shirley Manson, do Garbage (Getty Images)
Shirley Manson, do Garbage (Getty Images)

Push It

Após o sucesso de seu álbum de estreia, o Garbage começou, em 1997, a escrever as canções de Version 2.0. Mais que reinventar-se a si própria, a banda optou por expandir o conceito do primeiro disco - daí o nome escolhido, uma "versão 2.0" do grupo. E o single escolhido para apresentar o trabalho não poderia ser melhor: "Push It" é, até hoje, uma das principais faixas do Garbage, uma mistura de versos oníricos com as guitarras pesadas que, a essa altura, já eram marca da trupe. Ao todo, foram 18 semanas na Billboard Hot 100, com pico na posição 52.

+++ LEIA MAIS: Courtney Love critica Hall da Fama do Rock por falta de representatividade feminina 

Special

Terceiro single de Version 2.0, "Special" tem uma sonoridade mais leve que sucessos anteriores da banda. Com referências ao pop de décadas anteriores, a canção possui um verso retirado da faixa "Talk of the Town" do The Pretenders - cedida por Chrissie Hynde antes mesmo de ouvir a composição. Na Billboard, a música ficou por 13 semanas no Top 100, atingindo a posião 52 em seu máximo.

Vow

Considerado o primeiro sucesso do Garbage, "Vow" foi lançada originalmente como uma das faixas em um CD da revista Volume, em 1994. Composta antes mesmo da entrada de Shirley Manson no grupo, a música foi inspirada por um artigo de jornal sobre uma mulher que se vingara de um marido abusivo. Posteriormente, o Garbage a lançaria como primeiro single da banda - marcando também sua primeira aparição na Billboard Hot 100, por suas semanas no chart, com topo na posição 97.

Why Do You Love Me

Antes de lançar-se a um hiato de dois anos, o Garbage lançara seu quarto álbum de estúdio, Bleed Like Me, em 2005. Nesse sentido, "Why Do You You Love Me" representava, ao mesmo tempo, uma maturidade da banda, com uma percussão mais acelerada, ao mesmo tempo que mantendo os riffs pesados do Garbage. O single seria o maior sucesso do grupo por mais de meia década, atingindo a 94ª posição da Billboard Hot 100 apenas cinco meses antes do anúncio da pausa das atividades, que duraria até 2007.