Gene Simmons diz que está 'muito bem' após ser diagnosticado com covid-19

Diagnosticado com covid-19, astro não correu risco de vida por conta da vacinação contra a doença

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 03/09/2021, às 09h53

None
Gene Simmons (Foto: Sthanlee B. Mirador/Sipa via AP Images)

Após ser diagnosticado com covid-19, Gene Simmons, baixista e vocalista do Kiss, diz estar "muito bem." A declaração veio após dois dias do diagnóstico para a doença. O músico aproveitou para incentivar a vacinação e explicou como a imunização manteve a infecção "mínima," segundo informações do Blabbermouth.

"Graças à vacina, estou muito bem," escreveu o astro no Twitter. Também respondeu a uma pessoa que teria zombado dele por contrair a doença, embora estivesse vacinado. "A vacina protege você cerca de 95%. No entanto, você ainda pode obter a variante delta, continuou. "Sim... Mas os efeitos são mínimos, se você foi vacinado duas vezes. Sem vacina = hospital, dor e talvez morte. Faça sua pesquisa. Você sairá muito melhor."

+++LEIA MAIS: Gene Simmons critica políticos 'malvados' que não priorizam 'salvar vidas': 'Isso inclui o presidente do Brasil'

Na última terça, Kiss anunciou como as próximas quatro datas da turnê nos EUA seriam adiadas após Simmons testar positivo para coronavírus e ter sintomas leves. Poucos dias antes, o colega de banda Paul Stanley também testou positivo para covid-19. Os shows afetados seriam nas cidades de Clarkston, Dayton, Tinley Park e Milwaukee.

"Enquanto Paul Stanley tuitou recentemente que se recuperou da covid-19, Gene Simmons agora testou positivo e apresenta sintomas leves," afirmou o grupo estadunidense em comunicado. "A banda e a equipe permanecerão isolados em casa pelos próximos 10 dias, e os médicos indicaram para a turnê ser retomada em 9 de setembro, no FivePoint Amphitheatre."

+++LEIA MAIS: Kiss: Gene Simmons diz que fãs mataram a indústria musical


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!