Gilberto Gil toma posse como "imortal" na Academia Brasileira de Letras (ABL)

O músico assumiu a cadeira 20 da Academia; Gil é o segundo homem negro a tornar-se imortal da ABL

Redação Publicado em 08/04/2022, às 20h58

Gilberto Gil é o novo 'imortal' da Academia Brasileira de Letras
Reprodução/Instagram

Gilberto Gil tomou posse nessa sexta-feira (8) como membro "imortal" da Academia Brasileira de Letras. O cantor e compositor de 79 anos passa sucede o acadêmico Murilo Melo Filho na Cadeira 20 da ABL.

A cadeira tem como patrono Joaquim Manuel de Macedo. Seu fundador foi Salvador de Mendonça. Emílio de Meneses, Humberto de Campos, Múcio Leão e Aurélio de Lyra Tavares já ocuparam o posto, antes de Murilo Melo Filho, até seu falecimento em 2020.

Gilberto Gil é o novo 'imortal' da Academia Brasileira de Letras (ABL) (Reprodução/Instagram)
Gilberto Gil é o novo 'imortal' da Academia Brasileira de Letras (ABL) (Reprodução/Instagram)

 

Gil foi eleito para a posição em novembro de 2021, com 21 votos favoráveis, de um total de 34. Quando da eleição do artista, o presidente da Academia, Marco Lucchesi, resgatou Darcy Ribeiro ao dizer:

“Para Darcy, o pássaro da cultura tinha duas asas. Uma delas era erudita e a outra popular. Para que o pássaro possa voar mais longe, ele precisa das duas asas. Certamente, Gilberto Gil é esse traço de união entre a cultura erudita e popular”.

Gilberto Gil é o novo 'imortal' da Academia Brasileira de Letras (ABL) (Reprodução/Instagram)

A posse ocorreu no salão nobre do Petit Trianon, no Centro do Rio de Janeiro.

Gil é o segundo homem negro a ocupar uma das cadeiras da ABL.

“A importância do negro para a civilização brasileira, para a formação da civilização brasileira, é extraordinária. Esses momentos, esse acolhimento a alguém como eu na Academia têm esse significado também”.