Grammy 2022: Por que Dua Lipa não submeteu ‘Levitating’ à premiação?

Um dos maiores hits do ano, “Levitating”, de Dua Lipa, não está entre as indicações do Grammy 2022

Redação Publicado em 24/11/2021, às 11h49

None
Dua Lipa (Foto: Jordan Strauss / Invision / AP)

Os indicados ao Grammy 2022 foram anunciados na terça, 23, e a falta de “Levitating”, hit de Dua Lipa, chamou a atenção. A canção ficou várias semanas no top 10 da Billboard Hot 100, além de ter um remix de sucesso com o rapper DaBaby — e foi escolha da cantora não submeter a faixa à premiação. 

Segundo informações do POPline, a equipe da cantora escolheu não submeter a música para os votantes que escolheriam os indicados ao Grammy 2022. E o motivo teria sido DaBaby, quem fez comentários homofóbicos e sobre AIDS em julho de 2021 e, desde então, é criticado.

+++LEIA MAIS: Dua Lipa: 5 performances incríveis da cantora - Grammy 2021, Tiny Desk e mais [LISTA]

Após as declarações, as rádios substituíram o remix de DaBaby, lançado em outubro de 2020, pela versão solo da cantora, lançada em março de 2020 com o disco Future Nostalgia. No entanto, o período de legibilidade do Grammy só valeria para a música em parceria com o rapper.

A cantora, que anteriormente disse estar “horrorizada” com os comentários homofóbicos de DaBaby, teria preferido não submeter o remix com o rapper à premiação. Em entrevista à Variety, um especialista comentou a decisão:

+++LEIA MAIS: 'Ficamos chocados', diz Elton John sobre comentário homofóbico de DaBaby em show

“Presumivelmente só poderia ter enviado o DaBaby, e isso seria pedir muito aos votantes, fingir que o rapper persona-non-grata realmente não estava nele,” disse o especialista. Ele ainda afirmou que a escolha de Dua Lipa poupou os eleitores de um dilema na votação:

"Muito provavelmente, Lipa estava salvando os eleitores de ter que agonizar para escolher entre seu amor por ela e seu medo de dar moral para um cara ainda considerado tóxico por grande parte da indústria por seus comentários homofóbicos," concluiu o especialista.

+++LEIA MAIS: 'Desculpa por ser eu', diz DaBaby após comentários homofóbicos

Críticas a DaBaby

Durante o Rolling Loud 2021, festival realizado em Miami, o rapper DaBaby deu declarações homofóbicas e preconceituosas relacionadas às pessoas diagnosticadas com AIDS. Durante apresentação, o músico falou: "Se você não apareceu hoje com HIV, AIDS ou qualquer doença mortal sexualmente transmissível que fará você morrer em duas ou três semanas, então levante a lanterna do celular (...)”

Desde então, diversas celebridades criticaram publicamente DaBaby. No Instagram, Miley Cyrus ofereceu ajuda para “educar” o rapper (veja abaixo) enquanto Madonna, Elton John, Lil Nas X e outros astros condenaram e lamentaram as declarações.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Miley Cyrus (@mileycyrus)