Grammy Latino 2021: os melhores momentos da apresentação, de abertura com Anitta à introdução de Giulia Be

Abertura com Anitta, Giulia Be e Carlinhos Brown, homenagem à Marília Mendonça, e vários momentos incríveis da noite; veja

Redação Publicado em 18/11/2021, às 23h30

None
Carlinhos Brown, Gloria Estefan, Anitta e Laercio Costa no palco do Grammy Latino 2021 (Foto: Kevin Winter/Getty Images for The Latin Recording Academy)

O Grammy Latino 2021 começou. Reunidos em Las Vegas, centenas de músicos e acadêmicos se juntam para eleger as melhores produções do ano na noite da quinta, 18. A premiação é dividida em duas: primeiro, um jantar, com anúncio de alguns dos ganhadores. Depois, o programa televisionado para anunciar as maiores categorias da noite.

A segunda parte conta com apresentações incríveis ao vivo. Uma coordenação de cenários, bandas e staffs impressionante. Os artistas mostram os melhores lados, e encantam (ou não) com a habilidade.

+++ LEIA MAIS: Grammy Latino 2021: confira todos os vencedores da premiação

Confira alguns dos melhores momentos do Grammy Latino 2021:

Introdução Brasileira

A edição de 2021 foi especial para o Brasil. Como Marcelo Gama, diretor do espetáculo, explicou em entrevista, o objetivo era abrir com uma homenagem bem carnavalesca ao Brasil. No palco, Anitta, Carlinhos Brown, Giulia Be, Laercio Costa e a cubana Gloria Estefan, acompanhados de trios elétricos, fantasias e muita cor, cantaram "Magalenha", de Sérgio Mendes e Carlinhos Brown. Uma ótima maneira de marcar presença do país.


Apresentação de Giulia Be ao mundo

O Brasil apareceu em três das quatro principais categorias do Grammy Latino. Giulia Be foi uma das responsáveis pela façanha. Aos 22 anos, a cantora foi indicada como uma das revelações do ano. Por aqui, estourou, inicialmente, com "Menina Solta", e seguiu nas paradas. No Grammy, dividiu o palco com Estefan, um dos maiores nomes da música latina.

+++ LEIA MAIS: Grammy Latino: Marília Mendonça é homenageada, mas As Patroas perdem prêmio de Melhor Álbum Sertanejo


Vale tudo para Camilo

Camilo arrasou a América Latina com "Vida de Rico" e o disco Mis Manos. Foi o artista mais indicado ao Grammy Latino em 2021 - 10 indicações, e concorrência dupla em mais de uma categoria. Por isso, quando trouxe o single para o palco, agitou a plateia. O artista, que tem uma soft pop à Melim e um visual hippie-chic, mostrou uma voz doce e carisma no palco.


Força Feminina no Grammy

Em um espetáculo singelo, Mon Laferte e Gloria Trevi mostraram a força da mulher latina nos Grammys. Laferte entrou no palco com uma roupa típica chilena. Depois, tirou uma espécie de capa e revelou uma barriga grávida. A dupla cantou "La Mujer", faixa gravada em conjunto.


Apresentação de Rubén Blades

O músico foi eleito Personalidade do Ano pelo Grammy Latino. A apresentação dele não poderia ter impressionado mais. Um verdadeiro espetáculo, levou ao palco um cenário incrível, e dezenas de músicos. Além de vários ritmos tipicamente latinos, como salsa, o músico panamenho fez um jam de samba no meio da apresentação.

Depois da apresentação, o porto-riquenho Residente apresentou um discurso homenageando o músico, e fez todos aplaudirem em pé.  O rapper tremia tanto ao prestar homenagem que Blades precisou segurar o papel para ele! "Quero agradecer a todos por essa honra que recebi, em nome do Panamá," disse.


Lembrança à Marília Mendonça

Depois de alguns takes de Marília Mendonça tocando, Anitta pegou o microfone para falar algumas palavras sobre a colega, morta recentemente:

"Há pouco tempo, perdemos uma artista da minha terra. Marília Mendonça desde muito jovem se tornou uma das cantoras e compositoras mais queridas do Brasil. Marília, com Maiara e Maraísa, estava indicada esta noite, e me dói o coração o fato dela não estar aqui. Quem te conhecia sabia que você era uma grande alma, uma mulher generosa e amiga de todos. Vamos lembrar de você hoje, amanhã e sempre. Viva Marília Mendonça."

Não foi a primeira menção a ela na noite. Anteriormente, Manuel Abud, CEO da Academia, disse: "Proponho não deixar a tristeza ofuscar a celebração de hoje, convido todos a usar essa cerimônia para celebrar Marília Mendonça e seu legado."

 


Apresentação da Christina Aguilera

Aguilera é uma artista com voz inconfundível. A potência, mesmo assim, nunca falha em surpreender. Quando subiu no palco do Grammy para cantar, fez-se ouvir. E fez sentido, também, porque dois dias antes ficou mais de três horas em uma passagem de voz exclusiva para o vocal dela. "Pa Mis Muchachas" estava praticamente impecável, mesmo com dezenas de pessoas na apresentação. Juntaram-se a ela Becky G, Nicki Nicole e Nathy Peluso.