Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

'Hey Jude' é um 'lembrete sombrio' de John Lennon abandonando a família, diz Julian Lennon

Julian Lennon ainda aproveitou para agradecer Paul McCartney por escrever a letra de 'Hey Jude' em um momento tão difícil

John Lennon posa com o filho Julian e Yoko Ono em um local desconhecido em 1968. (Foto: AP)
John Lennon posa com o filho Julian e Yoko Ono em um local desconhecido em 1968. (Foto: AP)

Uma das músicas mais icônicas dos Beatles, "Hey Jude" é um "lembrete sombrio" de John Lennon abandonando a família, segundo Julian Lennon, filho do icônico cantor (via NME). A canção foi escrita por Paul McCartney em 1968.

Vale lembrar como a letra da canção foi feita para Julian, e falava sobre a separação dos pais, John Lennon e Cynthia Powell. Durante entrevista ao iHeartRadio, ele também aproveitou para "agradecer" McCartney pelo apoio em uma época tão difícil, e explicou com a música traz boas e más lembranças do passado.

+++LEIA MAIS: Filho chamou John Lennon de 'hipócrita' por defender a paz, o amor e 'ter família em pedaços'; entenda

"Por mais que eu seja muito grato pelo apoio [de Paul] em ter escrito essa música, muitas pessoas não percebem que também foi um lembrete sombrio do que realmente aconteceu," afirmou Julian Lennon. "[Minha mãe] foi tudo e o fim da vida para mim, e era sobre cuidar dela, ainda é deixá-la orgulhosa."


Beatles: Dueto virtual de Paul McCartney e John Lennon deixa Julian Lennon 'chocado'; entenda

Filho do ex-BeatlesJohn Lennon, Julian Lennon revelou como ficou "chocado" com o dueto virtual do pai com Paul McCartney. No início da turnê norte-americana e em Glastonbury, McCartney fez uma performance com o ex-colega de banda, quem morreu em dezembro de 1980, com tecnologia criada por Peter Jackson, diretor de O Senhor dos Anéis e The Beatles: Get Back.

+++LEIA MAIS: Sean Lennon, filho de John e Yoko, toca ‘Here, There and Everywhere’ em homenagem a Paul McCartney

Nos shows, Paul McCartney e John Lennon cantam versos da música "I've Got A Feeling." "Tenho uma coisinha especial aqui," afirmou disse McCartney ao apresentar essa faixa. "Um dia, Peter Jackson me liga e diz que pode pegar os vocais de John e isolá-los para que você possa tocar ao vivo com John em turnê. Ele disse: 'Você gosta disso?'"

Isso é tão especial para mim, cara. Eu sei que é virtual, mas vamos lá – é John. Estamos de volta juntos.

Durante entrevista ao Mojo, Julian Lennon admitiu como ficou "chocado" quando viu o dueto pela primeira vez, mas, na época da apresentação em Glastonbury, "realmente gostou." "Assisti no YouTube - e meio que disse: 'Errrr... não sei se estou confortável com isso,'" explicou. "Fiquei chocado."

+++LEIA MAIS: Carta de John Lennon para Paul McCartney será leiloada

Julian acrescentou como foi difícil ver o pai "de volta à vida" por meio da performance virtual, mas passou a apreciar o espetáculo em Glastonbury. Abaixo, assista ao trecho do show com dueto virtual entre Paul McCartney e John Lennon: