Jamie Spears, pai de Britney, diz que transtornos mentais da cantora são 'maiores que imaginam'

Jamie também afirmou que a tutela de Britney Spears deveria "ser elogiada"

Redação Publicado em 24/08/2021, às 12h53

None
Britney Spears em 2019 (Foto: Matt Winkelmeyer/Getty Images)

Em meio à batalha judicial devido à tutela de Britney Spears, quem revelou não querer mais ninguém controlando a vida dela, JamieSpears, pai da cantora, disse em novos documentos à Justiça que os transtornos mentais da cantora são "maiores que imaginam".

Depois de 13 anos no controle da vida da artista, Jamie Spears deixou o papel principal na tutela após petição da filha em julho. A ação judicial, no entanto, continua no Tribunal. Agora, o pai argumentou que as pessoas o elogiariam se soubessem as informações "altamente confidenciais" acerca da gravidade dos problemas mentais da cantora, via The Independent

+++ LEIA MAIS: Jamie Lynn, irmã de Britney Spears, pede para fãs pararem com ameaças de morte; entenda

Conforme declarou o pai, os vícios e transtornos mentais da estrela pop são "muito mais sérios que imaginam". Ainda, JamieSpears garantiu não controlar os medicamentos prescritos para o tratamento da filha.

Segundo afirmou, o procedimento foi decidido em comum acordo com a tutora pessoal Jodi Montgomery; Dr. Benson, quem também era o antigo psiquiatra da cantora; o último advogado Sam Ingham III; além de outros especialistas médicos.

+++ LEIA MAIS: ‘Escravidão’, diz Madonna sobre tutela de Britney Spears

O arquivo entregue por Jamie à Justiça argumentou: "Se o público conhecesse todos os fatos da vida pessoal da Srta. Spears — não apenas seus altos, mas também seus baixos, problemas com vício e saúde mental contra os quais ela tem lutado e todos os desafios da tutela —, eles elogiariam o Sr. Spears pelo trabalho que ele fez, e não o difamariam."

Ainda, os documentos ao Tribunal pontuaram: "Mas o público não conhece todos os fatos, e eles não têm o direito de saber; então não haverá resgate público para o Sr. Spears." Apesar de reconhecer as "limitações" da tutela, Jamie Spears seguiu defendendo. 

+++ LEIA MAIS: Britney Spears é autorizada a escolher próprio advogado

"Não há dúvida de que a tutela salvou a Sra. Spears do desastre, apoiou-a quando ela mais precisava, deu proteção a ela e à sua reputação e facilitou a restauração de sua carreira", argumentou o documento. 

A tutela de Britney Spears

Em uma audiência de tutela em junho, Britney Spears acusou o pai e a tutela de controlar opressivamente as próprias finanças, negócios e decisões pessoais, e o próprio corpo; ela disse ao tribunal que lhe foi prescrito lítio contra sua vontade e não tinha permissão para se casar, ter outro filho ou ter o próprio DIU removido.

+++LEIA MAIS: Britney Spears é acusada de agredir funcionária; entenda

"Tudo que eu quero é ter meu dinheiro... E que isso acabe... E meu namorado seja capaz de me levar em seu carro. E honestamente… Quero poder processar minha família," disse Britney durante a audiência. Ela acrescentou: "Realmente acredito que essa tutela é abusiva."


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!